[DIVULGAIL]"Editora Intrínseca divulga programação na Bienal do RJ 2015"

Bienal_online_600x400

A Intrínseca estará mais uma vez na XVII Bienal Internacional do Livro Rio entre os dias 3 a 13 de setembro. O britânico David Nicholls (Um dia e Nós) e Isabela Freitas (Não se apega, não e Não se iluda, não), Josh Malerman, autor de Caixa de pássarossão alguns dos grandes autores que irão movimentar os pavilhões da feira literária no Riocentro.
Entre os destaques nacionais, estão a jornalista Míriam Leitão com seu novo livro de não-ficção,História do futuro, que fará um bate-papo com Edney Silvestre (Vidas provisórias) na Mesa Ditadura e Literatura; o lançamento de Surpreendente!, de Maurício Gomyde; a presença de Clovis Bulcão, deOs Guinle, na Mesa Biografias; Clarice Freire, de Pó de lua, na mesa Com a palavra, as imagens: o papel narrativo das ilustrações; e Pedro Gabriel, de Eu me chamo Antônio, no Cubovoxes, espaço voltado para jovens leitores.
Ao todo, nove autores estarão presentes na feira literária. Os leitores também encontrarão mais de 400 títulos, com destaques para lançamentos, no estande da editora, que este ano ocupará uma área de 280 m² na avenida principal do Pavilhão azul, entre a rua F e a rua G. Detalhe: todos os livros estarão com descontos entre 10% e 80% durante o evento!
Estande da Intrínseca na Bienal
Endereço: Pavilhão azul (3) entre a rua F e rua G
Horário de funcionamento:
3 de setembro: 13h às 22h
7 de setembro (feriado): 10h às 22h
Durante a semana: 9h às 22h
Fins de semana: 10h às 22h
Confira o mapa
Confira a programação completa:

[DIVULGAIL]"Confira os lançamentos e as sessões de autógrafos do Grupo Autêntica"

Lançamentos e sessões de autógrafos do Grupo Autêntica na Bienal do Rio.

[RESENHA]"Fragmentados" de Neal Shusterman | Por Karita Kinnups



Sinopse: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria. Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.


Título: "Fragmentados" | Editora: Novo Conceito| Ano: 2015 | Adquira um exemplar, aqui. | Leia um trecho do livro, aqui.




Por Karita Kinnups

Esse livro é distópico, eu fiquei um pouco sem entender o que seria essa “fragmentação” ou ser um “fragmentado”, mas quando soube o significado fiquei bastante aflita. A história me prendeu desde o início. Cada capítulo é falado sobre um personagem, podendo ser Connon, Risa e Lev ou algum outro secundário.
 
Afinal, o que seria essa fragmentação?  Nada mais é que seu corpo ser partido em milhões de pedaços para ser vendido para quem precisa. O fragmentário tem em todo o momento desse procedimento, a consciência de qual parte do corpo está sendo retirada. Eles aproveitam tudo até a última gota de sangue.
 
De acordo com livro, a Lei da Vida - criada após a Guerra de Heartland - foi motivada por grupos que eram Pró-Vidas e Pró-Escolhas, permitindo que adolescentes entre 13 a 17 anos pudessem ser fragmentados, caso seus responsáveis assinassem um documento concordando com o procedimento.
 

[AILPOSTAL] "Confiram os lançamentos da Editora Gutenberg - Agosto/2015"

E aí #impressionautas... tudo bom?! Acabamos de receber o lançamentos deste mês, da Editora Gutenberg, do Grupo Editorial Autêntica.

Dêem uma olhada no título:


"Entre o amor e a vingança"


[RESENHA]"Três dias para sempre" de Janda Montenegro | Por Karita Kinnups



Sinopse – Quanto tempo você precisa para saber que está apaixonado? Uma semana? Um mês? Um ano? Line e Teo só precisaram de três dias. E, em três dias, eles vivem uma paixão que, pela sua vontade, duraria para sempre. Line mora sozinha no Rio, ainda juntando os cacos depois que o seu noivo a abandonou no dia do casamento. Sem um emprego decente, sem um amigo sequer e sem coragem de voltar para a sua cidadezinha natal, ela vê os dias passarem enquanto aguarda algum sinal do destino sobre qual caminho seguir. No ônibus ela conhece o brasiliense Teo, que está na cidade a passeio, curtindo o verão mais escaldante dos últimos mil anos. Olhares trocados, mensagens de texto e uma vontade incontrolável de se ver mais uma vez... É assim que começam as paixões mais gostosas. Para Line, poderia ser apenas uma distração (maravilhosa) para as noites quentes de Copacabana, seja nos barzinhos junto com a galera ou na (quase) privacidade do apê onde Teo está hospedado. O problema é que um coração cansado de sofrer se preenche com a maior facilidade e Teo não pode ir embora sem saber que mudou a vida dela para sempre.

Título: "Três Dias para Sempre" | Editora: Novo Conceito| Ano: 2015 | Adquira um exemplar, aqui. |



 Por Karita Kinnups

A diagramação é perfeita, para mim é uma das mais bonitas, capricharam nesse livro. Definitivamente, estou encantada com este livro. Em cada capítulo temos o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e um calendário fazendo a contagem dos capítulos.  E no rodapé de cada página faz menção ao calçadão de Copacabana com as famosas pedrinhas em preto e branco.

"Três dias para sempre" conta a história de Eveline, uma jovem de 27 anos, baiana e com um constante mau humor. Algo compreensível, pois ela foi abandonada no altar e ficou completamente arrasada e ainda foi avisada, pelo ex,  por mensagem de texto.

"Eu não sei nem o que fazer com meu cabelo, quem dirá com minha vida."


A trama é narrada em terceira pessoa e se inicia com Line indo ao Aeroporto Galeão, no dia 1º de janeiro, para buscar hóspedes para o hotel The Razor’s em que trabalha. Na verdade, ela não trabalha diretamente para o hotel, mas para a gerente Raffa que ficou penalizada ao encontrar Eveline em prantos, após ser dispensada pelo ex-noivo. Sem querer voltar para Barreiras (BA), ela decide ficar morando de favor no hotel, pois assim não seria chacoteada em sua cidade.

[AILNEWS]"Editora Butterfly divulga noite de autógrafo do livro 'Ora Bolas - Colorindo o Mundo Animal' de Vanessa Franco Peretti"

 
A Editora Butterfly divulga data da noite de autógrafo do livro "Ora bolas! Colorindo o mundo animal" da autora Vanessa Franco Peretti. 

Abaixo confiram a sinopse do livro:

Você vai se divertir com o fascinante mundo das formas dos animais, com muitas curvas e movimento. Criação da artista gráfica Vanessa Franco Peretti a partir de um padrão de cores e círculos batizado por ela de Bollidraws®. Libere sua imaginação e dê vida ao seu zoo.
 
O Post [AILNEWS]"Editora Butterfly divulga noite de autógrafo do livro 'Ora Bolas - Colorindo o Mundo Animal' de Vanessa Franco Peretti"  apareceu primeiro em  Apenas Impressões Literárias .




[AILPOSTAL] "Confiram os lançamentos da Editora Novo Conceito - Agosto/2015"

E aí #impressionautas... tudo bom?! Acabamos de receber os lançamentos deste mês, da Editora Novo Conceito.

Dêem uma olhada nos títulos:



"Cinco Dias", "Zac & Mia" e "Para Continuar"


[RESENHA]"Diga aos lobos que Eu Estou em Casa" de Carol Rifka Brunt | Por Karita Kinnups




Sinopse: “1987. Só existe uma pessoa no mundo inteiro que compreende June Elbus, de 14 anos. Essa pessoa é o seu tio, o renomado pintor Finn Weiss. Tímida na escola, vivendo uma relação distante com a irmã mais velha, June só se sente “ela mesma” na companhia de Finn; ele é seu padrinho, seu confidente e seu melhor amigo. Quando o tio morre precocemente de uma doença sobre a qual a mãe de June prefere não falar, o mundo da garota desaba. Porém, a morte de Finn traz uma surpresa para a vida de June – alguém que a ajudará a curar a sua dor e a reavaliar o que ela pensa saber sobre Finn, sobre sua família e sobre si mesma. No funeral, June observa um homem desconhecido que não tem coragem de se juntar aos familiares de Finn. Dias depois, ela recebe um pacote pelo correio. Dentro dele há um lindo bule que pertenceu a seu tio e um bilhete de Toby, o homem que apareceu no funeral, pedindo uma oportunidade para encontrá-la. À medida que os dois se aproximam, June descobre que não é a única que tem saudades de Finn. Se ela conseguir confiar realmente no inesperado novo amigo, ele poderá se tornar a pessoa mais importante do mundo para June.”


Título: "Diga aos Lobos que Eu Estou em Casa" | Editora: Novo Conceito| Ano: 2014 | Adquira um exemplar, aqui. |Leia um trecho do livro, aqui.



Por Karita Kinnups



"Diga Aos Lobos Que Estou Em Casa" foi uma leitura muito envolvente, abordando um tema que era tabu na década de 80, nos EUA: “AIDS”. A história aborda questões do primeiro amor, da amizade e cumplicidade dentre muitos outros sentimentos. 

Esse livro foi muito bem escrito pela autora Carol Rifka Brunt, é uma história linda, cheia de conteúdo, rica em detalhes e muito bem trabalhada. O livro contém muitas páginas, ao todo 464 que poderia ter sido escrito em menos e teria obtido o mesmo efeito.  


A história é narrada por June Elbus, uma garota inocente de 14 anos que vive em seu próprio mundo, adora fingir que está na idade média e existe apenas uma pessoa que consegue entender o mundo de June, seu tio Finn. Finn é um grande pintor e ele é portador do vírus da AIDS e está com sua saúde bem debilitada.

"Eu me deixei cair pra trás, de forma que fiquei deitada e estirada na neve, olhando para cima, para os desenhos torcidos que os galhos nus das árvores faziam contra o céu cinza. Depois de a terra se acomodar em volta do meu corpo, tudo ficou imóvel, e, embora tentasse manter meu cérebro na Idade Média, Finn continuava se esgueirando pra dentro da minha cabeça. Desejei que ele tivesse sido enterrado em vez de cremado, porque, assim, eu poderia tirar as luvas e apertar a palma das mãos no solo e saber que ele estava ali em algum lugar. Que, por meio de todas aquelas moléculas de terra congelada, ainda havia uma conexão.

[...]

Quando me sentei vieram os uivos."


[RESENHA]"Soldier - Leal até o fim" de Sam Angus | Por Mac Batista

Sinopse: Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos. Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra. SOLDIER: Leal até o fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães. 

Título: "Soldier - Leal  até o fim" | Editora: Novo Conceito|Gênero: Drama, aventura| Ano: 2015|Nº Páginas: 256 | Adquira um exemplar, aqui. |Leia um trecho do livro, aqui.

Por Mac Batista
 
Em "Soldier - Leal até o fim" vocês acompanham a história do jovem de 14 anos, Stanley e seus cães Soldier e Bones. Ele vive com seu pai, Da, um homem totalmente amargo. Da vive em seu próprio mundo sombrio onde ninguém consegue penetrar e menos ainda entender. Stanley por várias vezes tenta compreender as atitudes de seu pai, mas nunca obtêm sucesso.

Seu irmão mais velho, Tom, se alistou no Exército e foi convocado para lutar nas linhas de frente da Primeira Guerra  Mundial. A amizade e a cumplicidade entre os dois irmãos é muito bonita e Stanley vê em Tom, o seu melhor amigo.




[AILNEWS]"A Editora Landmark divulga lançamento de 'Os 39 Degraus: The Trity-nine Steps' de John Buchan

EM COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DE SUA PRIMEIRA EDIÇÃO, A EDITORA LANDMARK LANÇARÁ “OS 39 DEGRAUS: THE THIRTY-NINE STEPS”, DE JOHN BUCHAN, CONSIDERADO UM DOS MAIS ELETRIZANTES THRILLERS DE AÇÃO E ESPIONAGEM DE TODOS OS TEMPOS, EM UMA EXCLUSIVA EDIÇÃO BILÍNGUE INGLÊS-PORTUGUÊS.

“O romance de Buchan é assustadoramente ressonante com os problemas atuais: guerras, rumores de guerras, terroristas, redes de espiões desesperadamente empenhadas em destruir o Ocidente. Os vilões são mutantes, brilhantemente inteligentes, mas nunca tão inteligentes quanto o lado do bem.”
Philip Womack. The Guardian.

“Hoje, as principais acusações levantadas contra o romance é de que ele seria datado e que dependeria muito de circunstâncias improváveis ou coincidências. No entanto, eu diria que, mesmo agora, 100 anos depois de sua publicação pela primeira vez, essa história mantém uma modernidade que é no mínimo surpreendente.”
Toby Buchan. Daily Mail

“Um romance onde os incidentes desafiam as probabilidades e a trama gira dentro da fronteira do possível, mas nada disso significaria muito sem a caracterização confiante de Buchan, a amorosa evocação de paisagens escocesas e sua prosa afiada feito uma navalha. Ela é letal, econômica, limpa e contemporânea.”
Robert McCrum. The Guardian: As 100 maiores obras em língua inglesa de todos os tempos.

“Não importa que o leitor não tenha nenhuma pista de onde ele está sendo jogado ou, quando ele chegará lá, ou como a coisa aconteceu quando foi feita. Tudo o que importa é que uma vez que você começou a lê-lo, não se consegue deixar o livro de lado.”
Stella Rimington. The Telegraph.

[RESENHA]"A Sacerdotisa dos Penhascos - A Saga das Pedras Mágicas Vol. VI" de Sandra Carvalho | Por Mac Batista

Sinopse: Os Guardiães das Lágrimas do Sol e da Lua vivem finalmente em plena união. Dos seus amores nasceram Halvard e Kelda, os gêmeos sobre quem pairam profecias grandiosas e temíveis.  Halvard está nas mãos de Sigarr, o Mestre da Arte Obscura, que espera treiná-lo para ser o Guardião do Conhecimento Absoluto, e usar o imenso poder deste em seu proveito. Kelda, luta por cumprir os desígnios da Pedra do Tempo e salvar a sua própria alma, resgatar Halvard e levar a cabo a missão que herdou da sua avó Catelyn. Este é o sexto volume de uma das séries fantásticas mais acarinhadas pelos leitores portugueses.

Título: "A Sarcedotisa dos Penhascos - A Saga das Pedras Mágicas Vol. VI" | Editora: Editorial Presença| Ano: 2005 (edição 1) / 2010 (edição 2)|Nº Páginas: 416 | Gênero: Literatura Portuguesa, Fantasia, Épico, Romance| Adquira um exemplar, aqui. |Leia um trecho do livro, aqui.


Por Mac Batista

Foram dez anos acompanhando esta saga! Seis anos aguardando o momento em que teria este livro em minhas mãos para me deliciar com os escritos da autora Portuguesa renomada, Sandra Carvalho. Tendo como referência autoras conhecidas mundialmente como Juliet Mariller de "Sevewaters" e Licia Troici  de "Crônicas do Mundo Emerso", Sandra Carvalho nos brinda com mais este episódio inebriante de "A Saga das Pedras Mágicas". Para os que já acompanham o AIL, sabem que uma das primeiras resenhas aqui postada foi dedicada a esta saga. Na realidade, foi um apanhado geral dos cinco primeiros livros: "A Última Feiticeira", "O Guerreiro Lobo", "Lágrimas do Sol e da Lua", "O Círculo do Medo" e "Os Três Reinos". E vocês podem dar uma olhada na resenha, aqui e, assim, terão uma ideia do que irei abordar.

Mas vamos ao que interessa...?!

[RESENHA] "Mentiras que confortam" de Randy Susan Meyers | Por Karita Kinnups



Sinopse:"Cinco anos atrás... Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção. Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe. Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele. Hoje... Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje."




Título: "Mentiras que confortam" | Editora: Novo Conceito| Ano: 2015 | Adquira um exemplar, aqui. |Leia um trecho do livro, aqui.
 


Por Karita Kinnups


"Mentiras que Confortam" conta a história de Tia, uma mulher que se apaixonou por um homem casado - Nathan - e, que mais tarde, descobriu-se grávida dele. 

A atitude de Nathan não foi diferente dos demais homens que se encontram na mesma situação: ele a pede para abortar e termina o relacionamento com Tia.  

No entanto, Tia resolve seguir com a gravidez e entrega Honor (Savannah) - ao nascer - para adoção. Rapidamente a menina é adota pelo casal Peter e Caroline.


Quando Juliette - esposa de Nathan - descobre a existência de Savannah, muitas mentiras e omissões são reveladas, atingindo a vida de todos. 


Tia, Nathan, Juliette, Peter e Caroline tem algo em comum e nenhum deles está satisfeito com suas próprias vidas e o rumo que elas tomaram.


A leitura é muito boa, fluiu bem. No entanto, às vezes, a leitura se torna um pouco cansativa, devido os excessos de flasbacks dos personagens que poderiam ter tido uma melhor elaboração e desenvolvimento por parte do autor em um menor número de parágrafos. Entretanto, estes pontos negativos não tiram a beleza da escrita e da narrativa.

"Mentiras que Confortam" é narrado alternativamente por Tia, Carol, Nathan e Juliette e isto agrada - e muito - leitores que curtem ver uma narrativa a partir do ponto de vista de cada personagem.  A diagramação é bonita e a fonte tem o tamanho bom, o que facilita e muito a leitura. A Editora está de parabéns pelo capricho e preocupação com o conforto do leitor.


E com um bela mensagem "Mentiras que Confortam" deixa uma lição de vida  a respeito do amor e o perdão. Para aqueles que curtem, recomendo a leitura.

Até a próxima, galera!

[RESENHA]"Os Verdadeiros Gigantes" de Charles William Krüger | Por Karita Kinnups



Sinopse: Rodan é um anão, uma raça forjada pelas cicatrizes das guerras do passado. A sombra de uma nova ameaça surge, prometendo trazer uma era de terror e desespero para o reino de Darakar, mas Rodan não se importa. Ele tem uma missão. Guiado pelas aparições em sonho de seu falecido pai, ele inicia uma jornada rumo a uma vingança improvável. Sem entendê-lo, seus amigos Garren e Drunnan partem tentando impedi-lo. Ironicamente, os destinos de Rodan e do seu povo são interligados por uma força sobrenatural, obrigando os anões a mostrarem sua coragem contra hordas de orcs e gigantes. Quando a ameaça se mostrar mais poderosa do que se imaginava, o povo anão mostrará onde reside a verdadeira força. Mostrará quem são os mais valentes. Mostrará quem são os Verdadeiros Gigantes.



Título: "Os Verdadeiros Gigantes" | Editora: Cata-Vento| Ano: 2014 | Especificações: 154 páginas | Adquira um exemplar, aqui.




Por Karita Kinnups


"Os Verdadeiros Gigantes" é uma história que se passa em Elgalor, um mundo fantástico em que existem Homens, Anões, Elfos, Magos, Orcs, Gigantes de Gelo, Dragões Vermelhos e arautos da destruição.


A história se inicia com Drunnan e Garren, dois anões que partem em busca de Rodan, um amigo que abriu mão dos princípios de seu povo, em busca de uma vingança pessoal: matar o Orc que assassinou seu pai.



Eram treze, mas já tinham sido dezoito e seus corações choravam por isso. Os cinco outros não eram agora mais que um punhado de lembranças saudosas e cinzas ao vento, distantes demais de sua terra natal para terem seus corpos imortalizados em câmaras funerárias, próximos demais para terem sua bravura e morte esquecida. A pira improvisada queimou, a brisa soprou e espalhou, e a vida seguiu. Para treze deles.

Os capítulos são contados em terceira pessoa, a partir do ponto de vista de cada personagem, o que deixa o leitor mais suscetível a empatia por eles. Com cenário muito bem descrito, facilitando a imaginação dos leitores, "Os Verdadeiros Gigantes" nos deixa inebriado com sua beleza poética.

Em meio a busca de Rodan e de seus amigos, uma guerra está eminente. Os anões percebem que os Orcs estão se organizando para atacar Elgalor e todo o povo anão está em perigo. 

Com várias cenas de batalhas, de tirar o fôlego, "Os Verdadeiros Gigantes" é realmente uma leitura interessante e emocionante.


Que meu coração seja a forja, e tu o ferreiro,
Que o fogo da coragem me consuma, tal qual um braseiro,
Faz-me forte como o aço, e sólido como o rochedo,
Faz-me senhor da coragem, nunca escravo do medo,
Faz-me senhor do meu destino, senhor do meu amanhã,
Para a honra do meu deus, do meu rei e do meu clã.



O livro é muito bem escrito e possui uma leitura rápida e prazerosa. Os personagens são encantadores, fortes e corajosos... elementos que são traços marcantes nos clássicos épicos. A capa é muito bonita e a diagramação impecável. 

O autor, Charles William Krüger, está de parabéns por escrever um livro que, com poucas páginas, nos proporciona uma viagem maravilhosa pelo mundo fantástico onde habitam "Os Verdadeiros Gigantes". Portanto, para os fãs de "O Senhor dos Anéis", "Crônicas do Mundo Emerso" dentre outros clássicos épicos, super recomendo essa leitura!


Até a próxima, pessoal!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...