[AILNEWS]"Editora Rocco divulga lançamentos de Abril/2015"

Olá! O mês começa e temos muitas novidades na editora carioca Rocco. Além de continuação da série queridinha dos leitores Pretty Little Liars temos novo livro da autora espanhola Sonia Fernandez-Vidal nova série jovem pela Rocco Jovens Leitores além de aguardado livro de G. Willow Wilson pelo Fantástica Rocco, novos lançamentos pelo Fábrica 231 e um novo selo que vai agradar aos que gostam de livros sobre ficar saudável Bicicleta Amarela. Os livros já estão todos em pré-venda e no Skoob. Lembrando que para seguir para o site basta clicar nas capas. Conheçam:


 
Arrasadoras, de Sara Shepard, 352 páginas. Tradução: Fal Azevedo.
O décimo terceiro volume da série best-seller Pretty Little Liers está estourando com mais escândalos, segredos e drama do que nunca. Os alunos do ensino médio Aria, Emily, Hanna e Spencer foram torturados por muito tempo. Agora eles estão determinados a levar a luta para A.... Mesmo que seja a última coisa a se fazer. Enquanto o resto do Rosewood se prepara para o baile, as meninas largam tudo em sua busca por A. Mas a cada nova peça de evidência, A só parece mais distante. Não importa o quão perto estejam.
A Porta dos Três Trincos, de Sonia Fernández-Vidal, 208 páginas. Tradução: Michelle Strzoda.
Niko Mir não imagina as consequências que uma simples mudança de rota vai acarretar em sua vida. É variando o seu percurso habitual que ele descobre uma estranha casa e, atraído pelo mistério, resolve entrar nela. Ao abrir os três trincos da porta, ele se verá imerso em um novo universo. No Mundo Quântico, ocorrem coisas surpreendentes: guerras entre a matéria e a antimatéria, as desaparições do gato de Schrödinger e até uma relojoaria na qual a relatividade do tempo é colocada em xeque. Nesta aventura, Niko terá a difícil missão de restaurar o equilíbrio, agora em perigo, entre o seu mundo e o universo quântico que acaba de descobrir.


Timmy Fiasco: Errar É Humano, de Stephan Pastis, 304 páginas. Tradução: Raquel Zampil.
Timmy Fiasco é o comicamente autoconfiante e sem noção diretor executivo de um império de investigação em expansão. Com seu preguiçoso sócio, um gordo urso-polar chamado Total, ele pode tornar qualquer mistério ainda mais misterioso. No entanto, seus planos não incluem uma pessoa do sexo feminino cujo nome não deve ser pronunciado. Assim como também não incluem Rollo Tookus, tão obcecado por entrar para a universidade “Stanfurd” que não consegue levar a cabo uma missão de espionagem. Nem Molly Moskins, a menina que cheira a tangerina e é louca por Timmy, o que faz dela sua óbvia (e única) suspeita.
Alif, O Invisível, de G. Willow Wilson, 352 páginas. Tradução: Ryta Vinagre.
Em um estado de exceção no Oriente Médio, um jovem hacker que atende pelo nome de Alif – a primeira letra do alfabeto árabe – oferece seus serviços a grupos de dissidentes sob observação do governo e faz o possível para se manter longe de problemas. Mas quando seu computador é invadido pela força de segurança eletrônica do Estado e ele se torna um foragido político, Alif se lança em uma aventura que oscila entre o digital e o físico, o real e o fantástico, o visível e o oculto. Mergulhado em um mundo invisível muito diferente do digital, o hacker precisará colocar em xeque suas crenças e arriscar o próprio pescoço para impedir que um antigo e precioso livro caia nas mãos erradas. Alif, O Invisível é uma mistura sofisticada de magia, ideias, romance, tecnologia e espiritualidade; um livro de leitura irresistível.


A Tríade, de Helena Gomes, 432 páginas.
Quando três inimigos perigosos se unem em busca de poder, todas as forças são necessárias para proteger os povos indefesos. A sedutora rainha Mudu-za, o demônio Arakis e o senhor de terras John De Stark, juntos, formam uma tríade que ameaça a segurança não só da Terra, mas de todos os universos existentes. Os filhos dos feiticeiros Thomas e William mostrarão que, apesar de inexperientes, herdaram todas as habilidades de seus pais. Encarando todos os desafios da missão de derrotar a poderosa tríade, esses guerreiros vão enfrentar medos e inseguranças, armadilhas e obstáculos e vão descobrir que até mesmo a fronteira entre bem e mal não é tão visível como eles pensavam; até quem oferece perigo pode se tornar aliado. A Tríade é o quarto volume da série A Caverna de Cristais, uma das sagas de fantasia e ficção cientifica pioneiras da promissora literatura fantástica brasileira. Esta inédita edição da série dividida em sete volumes conta com a apresentação de Ana Luiza da Silva Garcia, também autora do universo fantástico. Helena já tem mais de trinta obras publicadas, algumas delas selecionadas para programas de leitura como o PNBE, foi duas vezes finalista do Prêmio Jabuti e recebeu distinções importantes, como o selo Altamente Recomendável da FNLIJ.
Desperdiçando Rima, de Karina Buhr, 192 páginas.
Música, poesia, cartas, recados, bilhetes, crônicas e desenhos. É dessa mistura que nasce Desperdiçando rima, livro de estreia de Karina Buhr, lançamento do Fábrica231, o selo de entretenimento da Editora Rocco. No prefácio, a autora deixa claro que não há um assunto específico que ligue os textos: “Não Existe Isso de Tema. Tema é qualquer coisa que respirar ou que a gente suspirar quando vê”. O livro traz textos inéditos, material adaptado das colunas que a autora escreve para a Revista da Cultura e a letra da música “Falta de Sorte”, que faz parte do disco Vou Voltar Andando, da banda Comadre Fulozinha. Karina tem uma carreira consolidada na música. Além de inúmeras participações ao lado de artistas consagrados, os discos autorais “Eu Menti Pra Você” e “Longe de Onde”. Com eles Karina fez duas turnês internacionais, tocando em festivais como o Roskilde, na Dinamarca, e no consagrado Palau de la Musica, em Barcelona. Amores, reflexões sobre a vida e o tempo, olhares para dentro e para o outro. Em Desperdiçando Rima tudo se mistura em prosa e verso para oferecer aos leitores, nas palavras de Karina, “sortimentos variados, cheiros azedos, gostinho doce e mais ou menos”, nascidos nas mais diversas ocasiões. É possível identificar sentimentos como alegria, saudade, raiva, amor e mágoa, bem como uma visão crítica em relação ao mundo em que vivemos.


Eu, S.A., de Gene Simmons, 256 páginas. Tradução: Balão Editorial
Vocalista, baixista e cofundador da banda Kiss, Gene Simmons apresenta Eu, S.A. – Construa um exército de um homem só, liberte seu deus interior (do rock) e vença na vida e nos negócios, seu manual para o sucesso que chega às prateleiras pelo selo Fábrica231. Mais do que um artista talentoso, Simmons é um típico self made man e um empreendedor à frente de uma gama de negócios que vão de uma gravadora a uma rede de restaurantes, e a cabeça por trás da carreira de sucesso da banda, que soma quatro décadas de estrada e mais de 100 milhões de CDs e DVDs vendidos, além de produtos de merchandising.
Brasileirismos, de Roberto DaMatta, 480 páginas.
O novo livro de Roberto DaMatta pode ser resumido pelo seu subtítulo - 'Além do Jornalismo, aquém da antropologia e quase ficção'. Uma coletânea de crônicas publicadas nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo, discutindo temas da atualidade nacional com um enfoque que vai desde uma visão mais acadêmica (para grande público, é claro) até a simples opinião pessoal que se assemelha a de qualquer outro bom cronista. 


Sete Anos Bons, de Etgar Keret, 192 páginas. Tradução: Maira Parula.
Para sobreviver no olho do furacão, keret, um 'Judeu estressado', filho de poloneses sobreviventes do Holocausto, construiu um mundo de palavras, imaginação e inteligência. Sob sua pena afiada, a vida se desenrola como num teatro, entre seu pequeno filho Lev, um esperto manipulador, sua esposa, uma mulher, 'imoral'; sua irmã ultraortodoxa; ou Uzi, o melhor amigo, idealizador de atividades imobiliárias um pouco suspeitas. Tudo de torna uma desculpa para sorrir - as longas viagens para apresentar leituras diante de cadeiras vazias, passeios de táxi assustadores, a emoção de ter o passaporte carimbado na Polônia e até o suposto arsenal nuclear iraniano. Que anos bons!
Um Ano, de Juan Emar, 128 páginas. Tradução: Pablo Cardellino Soto.
Expoente da literatura de vanguarda na América Latina que a Rocco apresenta pela primeira vez ao leitor brasileiro na coleção Otra Língua, Juan Emar foi considerado por Pablo Neruda o “Kafka chileno”. O argentino César Aira prefere aproximá-lo de certas correntes surrealistas. Independente de referências ou filiações, o autor parece desprezar os conceitos de realidade e identidade e criar um tempo único – e fascinante – em sua obra. É isso que se vê em Um ano, o diário de um narrador anônimo feito de apenas 12 entradas, sempre no primeiro dia de cada mês. Os episódios – independentes entre si vão se tornando mais absurdos à medida que a leitura avança e revelam uma imaginação desenfreada, numa prosa simples e funcional.


O Jogo de Sade, de Miquel Esteve, 368 páginas. Tradução: André Pereira da Costa.
O espanhol Miquel Esteve apresenta uma espécie de thriller erótico. Mergulhando na trama, porém, o leitor não tarda a perceber a inquietude moral e os questionamentos filosóficos contidos nas entrelinhas do romance. Na história, Javier é um empresário em processo de falência. A crise econômica, porém, é apenas o estopim que leva o protagonista a questionar sua própria visão de mundo, seu casamento, já em ruínas, e sua relação com a filha. Uma noite, em busca de uma experiência diferente, Javier acaba descobrindo uma espécie de entidade que visa a perpetuar o espírito libertino do marquês de Sade e a partir daí se vê envolvido num jogo sensual e perigoso movido a práticas sexuais extremas.
Na Dobra do Dia, de Marcelo Moutinho, 232 páginas.
Em seus 450 anos, o Rio de Janeiro é cenário primordial para Na dobra do dia, primeiro livro de crônicas do carioca Marcelo Moutinho, autor de elogiados volumes de contos. Dividido em duas partes – “Pequenos amores da armadilha terrestre” e “As ruas pensam”, frases retiradas de Paulo Mendes Campos e João do Rio, respectivamente, que revelam a tradição a que se filia o autor – Moutinho persegue as miudezas do dia a dia da cidade e de seus personagens. São textos cheios de lirismo e assombro, mas também de um humor fino e surpreendente, forjado na descontração dos bares e na perspicácia dos sambas antigos. Páginas onde a leveza é só disfarce, a revelar: é nas cenas inusitadas, fiapos quase invisíveis na trama da cidade, que pulsa a matéria densa da literatura.


Detox de 10 Dias, de J.J. Smith, 184 páginas. Tradução: Ana Beatriz Rodrigues.
Nutricionista especializada em programas de perda de peso, JJ Smith propõe uma dieta à base de sucos capaz de acionar o processo de perda de peso, aumentar o nível de energia e melhorar a disposição física e psicológica em Detox de 10 dias. Capaz de agradar ao mais exigente dos paladares, o livro traz mais de 100 receitas que ajudam a pôr em prática um estilo de vida mais saudável. Afinal, segundo a autora, ao utilizar os supernutrientes das folhas verde-escuras, os sucos verdes satisfazem as necessidades nutricionais de uma forma equilibrada e saborosa. Detox de 10 dias é um lançamento do novo selo de bem-estar da Rocco, Bicicleta Amarela.
Sem Coleira, de Rupert Fawcett, 160 páginas. Tradução: Gustavo Figueiredo.
E se os cachorros falassem? Em Sem coleira, o cartunista Rupert Fawcett dá voz aos cães em uma série de histórias em quadrinhos, flagrantes que divertem tanto os apaixonados por animais de estimação como os que não os possuem, mas são curiosos em relação a eles. Não importa o tamanho ou a raça, as tirinhas mostram os pensamentos caninos de forma bem-humorada em atitudes corriqueiras como marcar território, sair para um passeio, brincar, pedir carinho ou simplesmente ficar parado dentro de casa. O autor mostra ainda como os cachorros se relacionam entre eles, a interação com os donos e as estratégias muitas vezes “maquiavélicas” para chamar a atenção ou conquistar espaço. Impossível não se divertir e emocionar com as simpáticas “bolas de pelo” retratadas com sensibilidade em Sem Coleira.
E ai? Gostaram das novidades de abril da Rocco? Nós adoraaaamos as news! rsss...

O post [AILNEWS]"Editora Rocco divulga lançamentos de Abril/2015" apareceu primeiro em APENAS Impressões Literárias .

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...