[RESENHA] "O Jeito Que Me Olha" de Bella André por Mac Batista

Sinopse: Depois de construir uma sólida carreira como detetive particular - especializado em casos de infidelidade -, Rafe Sullivan perdeu a fé nas relações humanas. As únicas histórias de amor verdadeiro que conhece são a dos seus pais e as dos seus primos, que Vivem na Califórnia. Quando Rafe precisa sair de Seattle para descansar e esfriar a cabeça, sua irmã, Mia, sugere uma temporada na cidadezinha onde a família costumava passar as férias de verão. No cenário de sua infância, Rafe reencontra Brooke Jansen, que, de garotinha doce e inocente, transformou-se em uma mulher de beleza incomum.Nenhum dos dois consegue ignorar o clima de sedução, e é Brooke quem toma a iniciativa: ela propõe a Rafe um caso de verão, sem amarras nem cobranças. Rafe luta para convencê-la de que eles devem continuar sendo apenas amigos... embora ele mesmo não esteja 100% convencido disso. 


Autores: BELLA ANDRE / Título: O Jeito Que Me Olha/ Selo: NOVO CONCEITO/ Ano: 2014/ Assuntos: ROMANCE/ Adquira o seu exemplar, aqui.


Resenha: Bem, este é o primeiro livro da família Sullivan que eu leio. Eu sei, muitos admiradores desta saga e da autora vão querer me esganar, mas como eu trabalho com uma equipe de resenhistas, todas as histórias anteriores da família Sullivan foram lidas por outra resenhista que não pode ler este último romance. Então tomei para mim a responsabilidade de ler a história e analisar toda a saga (algo praticamente quase impossível) a partir deste livro. Então vamos ao que interessa.

Em "O Jeito que me olha" é o nono livro da série "Os Sullivans". Neste livro o leitor é apresentado ao clãde Seattle, lembrando que os oito primeiros livros foi focado no clã de São Francisco. Desta vez, a saga será focada nos 05  irmãos Sullivan, e o primeiro deles que o leitor conhece é Rafe Sullivan.  Este é detetive particular e após anos de profissão perdeu toda a fé nas relações humanas, vivenciando vários relacionamentos sendo desfeitos por um único motivo: adultério. 

Rafe foi criado em uma família com vários irmãos e pais amorosos que permaneceram fiéis aos votos matrimoniais mesmo passando por várias dificuldades ao decorrer dos anos. A cada dia que passa ele fica mais infeliz com o trabalho, e o ceticismo em relação ao amor verdadeiro é cada vez maior, chegando a um ponto em que ele resolve tirar alguns dias na casa do lago onde ele foi muito feliz quando criança juntamente com a sua família, sua amiga de infância Brooke e os avós dela.

Com a insistência de sua irmã Mia, que percebe o quanto Rafe está - a cada dia que passa - mais estafado com o trabalho, ele resolve comprar e reformar a casa do lago - que no passado fora vendida devido alguns problemas financeiros que sua família passou, após seu pai ser despedido -Então, ele parte para lago em busca de paz e sossego e.. acaba reencontrando uma velha amiga de infância: Brooke que de garotinha doce e inocente transformou-se em uma mulher de beleza incomum.

Brooke sempre foi cercada de muitos cuidados pelos próprios pais que a criaram cheia de restrições. Transformando-o numa criança um pouco insegura e tímida, mas que no fundo, adora uma aventura.  Ela só se sentia livre quando passava as férias com seus avós, principalmente, quando estava com sua avó querida enquanto ambas faziam trufas juntas para próprias degustação, e a família Sullivan. E apesar de todo terror psicológico de ser filha única de pais possessivos e descompensados, ela ainda acredita que pode ser feliz tomando as próprias decisões e as rédeas de sua própria vida.

Após perder os avós em um acidente de carro, ela resolve viver na casa do lago que ela recebeu como herança deixada pelos avós, fazendo com que ela se sentisse o mais próximo possível dos bons momentos em que viveu com as pessoas que ela mais amou na vida. E seguindo seu coração, Brooke larga sua vida promissora, no entanto, entediante em Boston para vender trufas caseiras, o que causa um imensa decepção em seus pais que esperavam que seguisse o mesmo caminho que eles.

"Há vinte anos ela era uma criança fofa. Mas agora? Droga, agora ela era cada uma das suas fantasias mais obscenas ganhando vida"

Rafe e Brooke se conhecem desde pequenos. Brooke com 8 anos de idade (quando ela já era apaixonadinha por ele) e Rafe com 14 e desde esta idade ele já se metia em várias confusões. Após se reencontrarem como vizinhos, mas a primeira vista, Rafe não reconhece Brooke que passou de uma menina fofa para uma linda mulher.  Brooke percebe que toda paixonite que sentiu por Rafe quando pequena, volta com força total principalmente quando E esta constatação vai mexer com os sentidos de ambos, pois logo após o primeiro contato cresce uma grande e irresistível atração entre eles. E esta atração toma proporções inimagináveis após Rafe receber de Brooke uma proposta indecente de viverem uma tórrida "paixão de verão", enquanto ele estivesse na casa do lago.

Como toda leitura erótica que segue essa linha, "O Jeito Que Me Olha" não surpreende tanto o leitor, em termos de aprofundamento do contexto, ficando muito além daquilo que foi proposto inicialmente. É claro existe toda aquela narrativa com cenas apimentadas ricamente detalhadas, mas fica só nisto. Brooke até consegue fazer com que Rafe volte a acreditar nas pessoas, mas fiquei com a sensação que este trauma deveria ter sido melhor desenvolvido, a história em si poderia ter tido um melhor desenvolvimento.

Mac Batista.

Próximos livros (ainda sem título, capa e previsão de lançamento nacional):
  1. ** Kissing Under The Mistletoe (The Sullivans, #10) - Protagonistas: Mary e Jack Sullivan (esse livro faz parte do clã de São Francisco e vai contar a história dos pais Sullivans no passado, na época de natal - lembrando que Jack é falecido há muitos anos - e isso não é spoiler).
  2. It Must Be Your Love (The Sullivans, #11) - Protagonista: Mia Sullivan
  3. Just To Be With You (The Sullivans, #12) - Protagonista: Ian Sullivan
  4. I Love How You Love Me (The Sullivans, #13) - Protagonista: Dylan Sullivan
  5. Ainda sem título em inglês  (The Sullivans, #14) - Protagonista: Adam Sullivan
  6. Ainda sem título em inglês (The Sullivans, #15) - Protagonistas: Max e Claudia Sullivan (os pais do clã de Seattle, que incluem Rafe, Ian, Adam, Dylan e Mia)
PS: lembrando que após esses livros, ainda tem a possibilidade de outros.
 
Leiam as resenhas dos outros livros da Saga Sullivan:

 
Sobre a autora: 
Bella Andre é conhecida pelas histórias sensuais. 

Seus livros foram traduzidos para 9 línguas, e são best-sellers em muitos países do mundo. 

Quando não está no computador, você pode encontrá-la lendo seus autores favoritos, caminhando, nadando ou sorrindo. 

Casada e mãe de dois filhos, Bella vive na Califórnia.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...