[RESENHA] "Perdendo-Me"

VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?

Título: Perdendo-me
Autora: Cora Carmack
Gênero:Romance
Ed. Novo Conceito
Clique AQUI para comprar


Esta livro possui uma história que é uma mistura de "O Inferno de Gabriel", "Crepúsculo" e "CinquentaTons", definitivamente, e eu - simplesmente - adorei!!! Super leve o romance, interessante e prende a atenção do leitor já no primeiro capitulo!!! Sendo assim, é impossível parar de ler. Você se apaixona pelos personagens, pela historia! Enfim, por tudo!
 
Portanto, vamos ao que interessa. Bliss Edwards é uma fofa, ela tem 22 anos esta no último semestre de faculdade e não tem qualquer experiência sexual. Decidida a deixar este último vestígio de juventude para trás, a estudante de teatro sai a procura de alguém para sexo casual. Obcecada por controle, com o cérebro analítico, intolerante e imperativo, ela não consegue se desligar e deixar o corpo se levar.

Nessa busca ela conhece Garrick, um jovem lindo, com sotaque britânico e lendo Shakespeare em um bar! Ele é o escolhido, perfeito para a função, mas o universo conspira contra os planos de Bliss e quando as coisas se ajeitam, o cérebro fala mais alto e ela acaba arrumando uma desculpa, deixando Garrick sozinho em sua casa!

No dia seguinte ela tenta seguir sua vida, esquecer a noite passada e vai para o primeiro dia de aula do semestre.

“O novo professor estava me encarando, mesmo embora todos
estivessem aplaudindo, e ele provavelmente devesse estar acenando ou ao
mínimo sorrindo. Nossos olhos se encontraram, e subitamente eu estava
muito contente que eu já tinha abaixado meu café.
Porque o novo professor tinha estado nu na minha cama há meras 8
horas atrás. Garrick era meu professor. “

A historia não se prende na virgindade de Bliss, mas na relação Aluna x Professor. Bliss tenta se manter longe de Garrick, mas eles acabam se encontrando em todos os lugares e Garrick não consegue se manter longe dela.

‘Os dedos de Garrick roçaram junto da minha mandíbula,
enviando um terremoto de tremores sobre minha pele de onde nós
tocávamos. Eu mantive meus olhos fechados, porque enquanto eles
estivessem fechados, eu não ia fazer nada errado, certo? Mas se eu os
abrisse, e eu olhasse para o seu rosto esplêndido e visse aqueles lábios... eu
estaria cruzando um território completamente diferente que era
definitivamente muito errado, errado, errado.
Um sussurro:
— Bliss... — foi todo o aviso que eu tive antes dos seus lábios estarem
nos meus.’
Uma história bem no estilo "Mais do Mesmo", um romance como vários outros. E pra não fugir do clichê, tem também aquele famoso triângulo amoroso. Não que ele realmente ameace o casal, mas dá um pouco mais de graça a história, enfatizando também o amor entre melhores amigos.
“— Você dormiu com ele?
— O que? Não!
Ele não se inclinou de volta na minha direção, mas seu aperto na
cadeira se afrouxou. Um dos seus nódulos roçou contra meu braço.
— Bom.
— Garrick... — Ele estava indo para aquele lugar que nós não deveríamos ir.
Ele sorriu atrevidamente.
— O que? Só porque eu não posso ter você agora, não significa que eu estou bem com ele tendo você.
— O que aconteceu com você? Eu achei que você tivesse
prometido para mim que nós não faríamos isso novamente.
Ele colocou suas mãos através do seu cabelo, seus cachos saindo de
formas adoráveis que fizeram meu estômago dar viravoltas.
— Eu não sei. Eu só... eu estava enlouquecendo pensando sobre vocês
dois juntos.
— Nós nos beijamos. Nada mais.
Ele se encolheu para trás como se eu dissesse que Cade e eu
estivéssemos nos casando ou tendo uma casa cheia de filhos. Eu não podia olhar para o seu rosto. Fazia-me querer fazer coisas insanas. Eu me repeti
—Foi apenas um beijo. Não significou nada.
— Eu não quero que ninguém mais beije você.
— Garrick... — Eu estava começando a odiar o tom de aviso na
minha própria voz. Se ele continuasse pressionando assim, eu não seria
capaz de dizer não por mais tempo. Eu ia me jogar nele, mais provavelmente
no mesmo momento em que Eric voltasse.
— Eu sei que eu não estou sendo justo. Eu estou sendo um completo
cretino, realmente. Eu continuo dizendo a mim mesmo para deixar você em
paz, mas a verdade é... que eu não tenho certeza se eu posso. E agora que eu
sei que você não está com Cade...”

Baixou o Christian Grey nele!

— Eu acho que a sua febre está quase acabando. Isso é bom. Você deverá se sentir
melhor pela manhã.
Eu franzi o cenho.
— Isso significa que eu terei que ligar para você logo.
— Ligar para mim?
— Para dizer a você que você pode ficar doente, também.
Sua cabeça se inclinou lateralmente. Porque ele não entendia?
— Você não acha que eu já sei?
— Não você. Você não é real.
— Eu não sou?
— O Garrick verdadeiro não estaria aqui. — Eu me enrolei no meu
travesseiro, desejando que esse sonho não parasse.

Ela virou Bella Swan!

Enfim, "Pendendo-me" é um romance delicioso de se ler em um sábado à tarde, comendo pipoca ou brigadeiro! O final é o esperado, claro, não tem muito no que surpreender! Mas super recomendo. A capa já me chamou atenção, foi o que peguei primeiro para ler na leva que chegou e não me arrependi! Quero o livro pra mim!!!

Até a próxima, Renatinha Santos

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...