[CINEAIL] "O Doador de Memórias", por Kal J. Moon

Quando temos grandes atores num elenco, um diretor com obras de relevância na História do cinema e um livro que vendeu milhões de exemplares a ser adaptado, a expectativa é MUITO alta.
Mas "a expectativa é a mãe da decepção", não é mesmo?

Com esses detalhes em mente, temos "O Doador de Memórias", filme dirigido por Phillip Noyce (de "Jogos Patrióticos"), adaptação do bestseller escrito por Lois Lowry.

Alguém tem que pagar o aluguel...

Ninguém deve pensar que qualquer ator, diretor ou roteirista sai se casa para exercer sua profissão e criar um filme ruim. Existem obras que não tem como serem adaptadas sem que se perca algo primordial na narrativa original. Principalmente, se a obra em questão não tiver qualidades suficientes para sobreviver a uma transposição em outra mídia destinada a um outro público.

E quando se está tempo suficiente nesse mercado desgastado que é o do audiovisual, muitas das vezes tem de se fazer filmes completamente irrelevantes para defender aquele valor do aluguel atrasado que não pode mais esperar para ser pago.


O parágrafo acima pode ser uma mera invenção mas é exatamente o que o espectador pensa quando termina a exibição de um filme mal escrito, com ideias clichês, repleto de alegorias judaico-cristãs, atores interpretando no piloto-automático e um protagonista desprovido de qualquer traço de carisma...

Quem escalou o insosso ator Brenton Twaites (do recente "Malévola") e achou que ele teria capacidade de dividir a tela com ninguém menos que o veterano Jeff Bridges ("Coração Louco"), merece descer num escorregador cheio de lâminas de barbear e aterrissar numa piscina repleta de vinagre...


Mas a maior decepção é mesmo ver a veterana Meryl Streep ("Álbum de Família") desempenhando uma atuação que certamente é uma mancha em seu currículo.

Mesmo com uma ideia clichê como a que foi apresentada, usando a criatividade, poderia mudar o que não funciona e tornar esse filme até palatável. Mas criatividade não é a palavra do dia quando falamos da Hollywood de hoje...

Tem coisas na vida que se encaminham, fatalmente, a uma fila em direção ao fracasso. Este filme é uma dessas coisas e não faria falta se não tivesse sido adaptado.

Kal J. Moon gostaria de ter um neuralizador dos "Homens de Preto" para poder tirar esse filme de sua memória...



Data de lançamento: 11/09/2014
Direção: Phillip Noyce
Roteiro: Michael Mitnick & Robert B. Weide - baseado no bestseller da autora Lois Lowry
Elenco: Brenton Twaites, Jeff Bridges, Meryl Streep, AlexanderSkarsgård e Katie Holmes - participação especial de Taylor Swyft
Distribuição: Paris Filmes

Sinopse: Um garoto que vive em um futuro no qual a complacência é
valorizada acima de tudo, descobre os segredos sinistros que regem sua
frágil sociedade após ser selecionado para se tornar o Recebedor de Memórias, nesta adaptação do bestseller da autora Lois Lowry. Jonas (Brenton Twaites) foi criado para acreditar que a conformidade é a base do
contentamento. A sociedade na qual Jonas vive é pacífica – em boa parte por causa das memórias coletivas estarem relegadas ao Doador (Jeff Bridges), uma figura misteriosa e benevolente que guarda o passado sombrio da humanidade. Quando a história é revelada a Jonas, o jovem aprende que a sabedoria que agora é seu fardo pode ditar o rumo de todo o seu povo. Quando essa responsabilidade se torna muito pesada para ser carregada sozinha, ele percebe que a única salvação é fugir - algo em que seus predecessores falharam.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...