[AILNEWS]"Os lançamentos de outubro da editora Arqueiro"

Olá! Como vai o dia? O mês de setembro está acabando e com isso começam a surgir na pré-venda os próximos lançamentos das editoras. Hoje trago para vocês a lista completa de lançamentos de outubro da editora Arqueiro. Dentre os lançamentos os leitores vão encontrar uma nova série de romance de época, a continuação da série Nobres Vigaristas, novo livro de série policial, segundo da trilogia da autora Jessica Spotswood e mais. Os livros já estão todos no Skoob e no Guia de Lançamentos do blog.  Substituo as capas pequenas assim que as tiver em alta resolução. Confira as capas e as sinopses:

Ligeiramente Casados, de Mary Balogh, 288 páginas. Tradução: Ana Resende.
À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse – “Custe o que custar!”. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele – o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados... Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo – e seduzem a cada página.
Mares de Sangue, de Scott Lynch, 512 páginas. Tradução: Alves Calado.
Após uma batalha brutal no submundo do crime, o golpista Locke Lamora e seu fiel companheiro, Jean Tannen, fogem de sua cidade natal e desembarcam na exótica Tal Verrar para se recuperar das perdas e feridas. Porém, mesmo no extremo ocidental da civilização, não conseguem descansar por muito tempo e logo estão de volta ao que fazem de melhor: roubar dos ricos e embolsar o dinheiro. Desta vez, eles têm como alvo o maior dos prêmios, a Agulha do Pecado, a mais exclusiva casa de jogos do mundo, onde a regra de ouro é punir com a morte qualquer um que tente trapacear. É o tipo de desafio a que Locke não consegue resistir... só que o crime perfeito terá que esperar. Antigos rivais dos Nobres Vigaristas revelam o plano a Stragos, o ambicioso líder militar verrari, que resolve manipulá-los em favor de seus próprios interesses. Em pouco tempo, a dupla se vê envolvida com o mundo da pirataria, um trabalho inusitado para ladrões que mal sabem diferenciar a proa da popa de um navio. Em Mares de Sangue, Locke e Jean terão que se mostrar malabaristas de mentiras, enganando todos ao seu redor sem a mínima falha, para que consigam sair vivos. Mas até mesmo isso pode não ser o bastante...

Enfeitiçadas, de Jessica Spotswood, 288 páginas. Tradução: Ana Ban.
Com os Irmãos perseguindo as bruxas como nunca antes, e uma Irmandade dividida Cate precisa desesperadamente entrar em um acordo com seus poderes profetizados. E depois que sua amiga Sachi é presa por usar magia, uma irmã sedenta por guerra oferece para ajudá-la em busca de respostas - se Cate estiver disposta a colocar em risco todos os que ama. Não, Cate não quer ser uma arma, e ela não quer envolver seus amigos e Finn em esquemas da Irmandade. Mas quando Mauro e Tess se juntam à Irmandade, Maura deixa claro que vai fazer o que for preciso para levar as bruxas a vitória. Mesmo que isso signifique sacrifícios. Mesmo que isso signifique passar por cima de Cate. Mesmo que isso signifique uma guerra com tudo e com todos. Na aguardade sequência de Enfeitiçadas, As Crônicas das Irmãs Bruxas seguem Cate, Maura e Tess na busca por amor, proteger a família e explorar suas magias contra todas as probabilidades em uma história alternativa da Inglaterra.
O Melhor de Mim, de Nicholas Sparks, 272 páginas. Tradução: Fabiano Morais.
Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.

O Desertor, de Daniel Silva, 304 páginas. Tradução: Maria Luiza Newlands.
Grigori Bulganov salvou a vida de Gabriel Allon uma vez em Moscou e Allon sempre paga suas dívidas. Quando o antigo membro da inteligência russa desaparece, Allon junta seu time para ir atrás dos responsáveis. Mas, em uma batalha corrida que atravessa o planeta, Allon logo percebe que seu inimigo talvez já possua a chave para a vitória. E que se ele continuar isso irá custar mais do que ele pode suportar.
Perdido em Marte, de Andy Weir, 320 páginas. Tradução: Marcelo Lino.
Seis dias atrás, o astronauta Mark Watney se tornou o primeiro homem a andar na superfície de Marte. Agora, ele está certo de que será o primeiro a morrer lá também. Tudo começou com uma tempestade que perfurou seu traje, quase o matou e que forçou sua tripulação a deixá-lo para trás, certo de que ele já estava morto. Agora, preso a milhões de quilômetros do ser humano mais próximo, sem nenhum jeito de mandar um sinal para Terra de que ele está vivo, e mesmo se ele pudesse enviar a mensagem, sua comida acabaria anos antes de uma missão de resgate conseguisse chegar. A chance no entanto diz que ele não vai ter tempo de morrer de fome. O maquinário danificado, o ambiente que não perdoa ou o bom e velho "erro humano" tem muito mais chances de pegá-lo antes. Mas Mark não está pronto para desistir. Com base em sua engenhosidade, suas habilidades em engenharia e a obstinada recusa em desistir ele firmimente confronta um obstáculo aparentemente intransponível atrás do outro. Mas será sua desenvoltura suficiente para superar as probabilidades impossíveis contra ele?

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...