[RESENHA] "Se Eu Fosse Você - O Musical" por Eleni Rosa




Nossa! Há muito tempo não vou ao teatro, acho que desde o final de 2013. E o meu retorno foi compensado com a bela comédia musical ‘Se Eu Fosse Você’.

O Teatro Oi Casa Grande é o palco, desde março, para o Espetáculo dirigido por Alonso Barros, trilha sonora composta por sucessos maravilhosos de Rita Lee. As comédias, ‘Se Eu Fosse Você' e 'Se Eu Fosse Você 2’, ambas filmes de Daniel Filho, foram adaptadas para o palco e o teatro só ganhou. E nós espectadores agradecemos. 

Quem não se lembra da versão cinematográfica com os atores Tony Ramos e Glória Pires, nos papeis principais? Capaz de arrancar muitas risadas o filme levou as telonas um momento singular ao nos mostrar Tony Ramos fazendo de tudo para nos arrebatar nas poltronas, de tanto rir e, com certeza, se deleitando ao encarar uma comédia. 

 
Claudia Netto em cena
A adaptação para o teatro nos traz Nelson Freitas, que vive Claudio, o ator pode ser visto todos os sábados, no Zorra Total, programa da TV aberta. Mas Nelson não é iniciante, embora nunca tenha feito musical, tem uma lista imensa de trabalhos; 2013 - O Dentista Mascarado /2012 - Como Aproveitar o Fim do Mundo/2001 a 2014 Zorra Total/2001 As Filhas da Mãe /2000 Uga Uga /1999 Malhação, e muito mais. Claudia Netto, par de Nelson, vive Helena, ela já é uma grande atriz de musicais - Participou de "Na Bagunça do Teu Coração", "Gardel, uma Lembrança", "Metralha", "Somos Irmãs", "Hello Gershwin", "Fred e Judy", nos papeis principais. Sabendo apenas desses detalhes vem àquela curiosidade de saber como ficou o filme no palco, essa transposição de arte é impressionante e agrada muito.  


Nelson Freitas (Claudio), Claudia Netto (Helen) e Lua Blanco


A história a maioria das pessoas sabe: um casal em crise que, acidentalmente, trocam de corpos e se veem obrigados a lidar com as características do sexo oposto – casados há vinte anos estão às vésperas de conseguir a tão esperada Lua de Mel (adiada...diga-se de passagem), quando a empresa de Cláudio assina um grande contrato e estraga o projeto da grande viagem. Enfurecida e decepcionada, Helena expulsa o marido de casa e em uma de suas brigas eles trocam de corpos. Helena habita o corpo de Claudio e vice-versa... Ex-ce-len-tes interpretações. A peça demora a pegar no tranco, afinal temos que adaptar nossos olhares, mudar de telona para palco, de Ramos para Freitas e de Pires para Netto, mas depois de uns... 30 minutos, ou mais... engrena e a plateia é só alegrias. Com muitos aplausos em cena aberta, piadas novas, pitadas do que ocorre na atualidade, tudo isso faz com que o musical seja divertidíssimo, afinal, no palco é possível ousar muito mais. 
 

Claro que a peça não se resume penas ao casal Cláudio e Helena. O elenco é estelar: Fafy Siqueira (a mãe de Helena), Carla Daniel (a sogra da filha), Lua Blanco (a filha do casal), Oswaldo Mil (melhor amigo de Claudio), Kakau Gomes (a romântica, quase caso de Cláudio) e Marya Bravo (analista de Helena), Bruno Sigrist, (o namorado da filha). Bem, esse último eu comento no final.

Os melhores momentos para mim estão no quadro dos stripers, quando o casal esta cada um em seu canto, e cada um com seu sonho erótico particular. Depois o bem bolado sapateado com pés de patos – que lembra Tony Ramos na piscina fazendo balé aquático. Por sinal, a solução para o nado de Cláudio é tudo de bom. As vozes de Claudia Netto/ Lua Blanco, Marya Bravo, Kakau Gomes e Fafy Siqueira são um espetáculo a parte, simplesmente fantásticas.

Bruno Sigrist e Lua Blanco
Lógico que tenho que falar do cenário, um pouco palha, neutro, mas funcional. A escada da casa, no filme, foi reconduzida para o palco, não poderia deixar de faltar. A piscina, o escritório, o consultório, mais um achado...a solução para que o casal troque de lugar, o elevador, é perfeito. E tudo se deve ao Paulo Correa que recheia o palco com sua criatividade, milimetricamente.

A direção musical, muito boa, de Guto Graça Melo, as musicas de Rita foi uma escolha assertiva.  Luz de Paulo Medeiros, também sem retorques. Coreografias bem feitas, um bom número de canto e dança. 132 figurinos, de Marcelo Pies – coloridos e bem versáteis, vestindo seus 22 atores. Com um orçamento de 8 milhões de reais, a obra é  assinada pela produtora Aventura Entretenimento, responsável por outros  musicais como: Elis, Hair e O Mágico de Oz, tinha que ser sucesso.

A família
Claro, que eu teria que achar um ‘mas’, achei 3h de espetáculo, com um pequeno intervalo, um pouco além, poderia ser menor. Sem deixar nada importante de fora. Não está bem na fita, digo, palco, o ator , o namorado da filha...é realmente apagadinho, para não dizer ruim.

Tirando esses empecilhos... Eu recomendo. Tenho certeza de quem for assistir ‘Se Eu Fosse Você’ o Musical. Vai ficar deslumbrado e verá um verdadeiro show de Claudia Netto, para mim, bem baixinho; ela está bem melhor que a Glória Pires.

Por Eleni Rosa 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...