[RESENHA] "Dois Rios", de T. Greenwood

Sinopse: Harper Montgomery vive ofuscado pela tristeza. Desde a morte de sua mulher, há doze anos, ele aprisionou-se em sua  cidade, Dois Rios, onde todo mundo se conhece, porque ali - justifica-se - poderia criar melhor sua única filha. Mas além de sofrer por essa dolorosa perda, ele se sente culpado por um ato abominável: quando mais jovem, foi cúmplice de um crime brutal. Até que um acidente de trem oferece a Harper sua chance de redenção: uma das sobreviventes, uma menina de 15 anos, grávida, precisa de um lugar para ficar. No entanto, a aparição dessa menina não tem nada de simples acaso. Talvez ela tenha alguma coisa a ver com o crime do qual ele participou um dia...

Dois Rios, de T. Greenwood
450 páginas | Drama | Ed. Novo Conceito
Clique aqui para ler uma prévia


Acho detestável quando recebo um extenso livro para resenhar. Sei que existem muitos "profissionais" que fazem aquela resenha "mecânica" sem nem mesmo ter tocado no exemplar mas acho completamente injusto este tipo de ato.

Porém, sempre penso se há a real necessidade de uma história ser contada de forma alongada, sem pressa, mesmo que isso custe o total e completo desafeto do leitor ao final... Porque quando abrimos um livro, independente do gênero, queremos ao menos ter algum tipo de entretenimento ou identificação com o produto. Mas, infelizmente, não é o que ocorre com este "Dois Rios", da autora T. Greenwood.

A trama se desenrola em duas passagens de tempo distintas, onde vemos desde a infância do protagonista até sua chegada à vida adulta, enquanto presenciamos no que ele acabou se tornando "atualmente" (entre aspas pois essa parte dá-se nos anos 1980, por um obscuro motivo que somente a autora poderia explicar, uma vez que este detalhe não afeta de modo algum a trama).

Esse "vai-e-vem" no tempo através dos capítulos, além de extremamente cansativo, tem por objetivo montar um enorme quebra-cabeças, com diversas pistas sobre o final desta rocambolesca história.

À princípio, acreditamos que o protagonista possa ter sido cúmplice na morte de um homem quando jovem e teve de manter segredo quanto a isso, o que acaba por afetar sua vida dali em diante. Mas, como numa minissérie televisiva - ou melhor, como numa NOVELA DAS SEIS (até a capa do livro lembra abertura de novela...)-, temos algumas reviravoltas que nos fazem duvidar do que está sendo dito e que detalhes importantes foram omitidos propositalmente para que sejamos impressionados no gran finale...

O problema nisso é que "a expectativa é a mãe da decepção". E ainda que a leitura tenha sido muito sofrida, sempre se tem alguma esperança de que algo se salve no final. Até porque não acredito que um autor se sabote de propósito. Acredito em despreparo, em editor relapso, em proteção e coleguismo (acontece mais do que vocês possam imaginar)... Acredito até mesmo em má tradução e adaptação para nossa língua. Mas nunca acreditarei que um autor siga adiante com uma história que ele não acredita. Não faz sentido.

Mas daí outros colocarem no pedestal uma trama medíocre, enfadonha, arrastada e ligada a um gênero que se revela outro completamente diferente na reviravolta mais revoltante da literatura mundial e quererem que se engula por conta de vir de um autor estrangeiro? Não, isso vai além de qualquer limite.

(Se acha exagero de minha parte, leia o livro. Se achar ruim, leia a lista de prêmios que esta obra recebeu e pense se um autor brasileiro receberia o mesmo tratamento caso tivesse escrito essa história... Entendeu minha revolta?)

Kal J. Moon não desejará visitar Dois Rios nunca mais na vida! Ô cidade chata!!!




T. Greenwood,
escritora

Sobre a autora
T. Greenwood e escritora premiada e professora de Redação Criativa.
Pela qualidade de sua escrita, ela recebe a Verba Nacional para a Literatura e as Artes e uma concessão especial para dedicação a literatura do
Conselho Artístico do estado de Maryland (EUA).
"Dois Rios" foi eleito o melhor livro de ficção pela comissão
do San Diego Book Awards. A autora vive em San Diego, Califórnia.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...