[LANÇAMENTOS & NOVIDADES#8] "Editora Novo Século"


O Cavaleiro de Bronze: O Portão Dourado, de Paullina Simons, 432 páginas.
No início da guerra, em 22 de junho de 1941, o dia em que Alexander e Tatiana se conheceram, havia três milhões de civis em Leningrado. Na primavera de 1942, apenas um milhão de pessoas permaneciam ali. E o cerco não havia terminado. Depois de deixar Tatiana e Dasha Metanova dentro de um caminhão que seguia pela Estrada da Vida com destino a Molotov, Alexander não tinha nada além de esperanças. Não havia uma única correspondência sequer de Dasha ou Tatiana, nada que indicasse que ambas haviam chegado em segurança a seu destino. Na segunda parte de uma das maiores sagas de amor de todos os tempos, será praticamente impossível conter a emoção ao acompanhar a busca obstinada do ilustre oficial do Exército Vermelho, Alexander Belov, por sua Tatiana. E ainda mais arrebatador presenciar se eles conseguirão viver esse intenso amor diante de tantas ameaças, em meio ao cruel cenário da Segunda Guerra Mundial.
Ex-Patriotas, de Peter Clines, 416 páginas.
O mundo é maior que Hollywood: a eletrizante sequência de Ex-heróis. Já se passaram dois anos desde que o apocalipse de ex-humanos praticamente exterminou a raça humana. Dois anos desde que os últimos sobreviventes de Los Angeles foram reunidos pelo grupo liderado por Stealth e St. George, passando a viver entre as muralhas de sua fortaleza, o Monte. Durante esse tempo, os super-heróis lutaram com todas as suas forças – e contra inimigos poderosos – para garantir aos refugiados um mínimo de paz e esperança. Mas agora os suprimentos vêm se tornando cada vez mais escassos, e a horda de zumbis parece cada vez mais perto de invadir o último refúgio de Hollywood. Eis que surge um lampejo de esperança, quando um batalhão do Exército americano entra em contato com os super-heróis. E não é apenas um batalhão comum: os homens e as mulheres do Projeto Krypton sobreviveram à catástrofe mundial por serem supersoldados, criados para serem mais rápidos, mais fortes e mais inteligentes que qualquer outro espécime da raça humana. Mas um segredo sombrio e extremamente poderoso se esconde no coração do Projeto Krypton. Em quem os super- heróis deverão depositar sua confiança?

Máquina de Armas, de Warren Ellis, 312 páginas.
Após um tiroteio custar a vida de seu parceiro, o detetive John Tallow acaba descobrindo um apartamento repleto de armas. Cada uma delas conduz a um diferente caso de assassinato não resolvido pela polícia. Por vinte anos ou mais, alguém esteve matando pessoas e juntando as armas por um propósito inexplicável. Confrontado com a inesperada emergência de centenas de homicídios não resolvidos, Tallow logo descobre que está sendo irremediavelmente conduzido a um verdadeiro acordo com o diabo. Agora, o detetive deve procurar por um caçador que considera seus atos assassinos como um sacrifício para os velhos deuses de Manhattan e que pode, simplesmente, ser o mais prolífico serial killer da história da cidade de Nova York. Warren Ellis tem acumulado legiões de fãs pelo mundo todo, sendo elogiado pela revista Wired por sua “impiedosa ação” e “inquestionável bravura”. Seu mais novo romance lança-o como um dos mais ousados escritores de thrillers da atualidade. Este é o primeiro suspense do século XXI de grande relevância. Este é "Máquina de Armas".
Caravaggio: Um Nome Escrito em Sangue, de Matt Rees, 288 páginas.
Uma vida entre o sagrado e o profano: a história de Caravaggio, um dos mais talentosos e polêmicos gênios da História. Gênio da arte, mestre do barroco, ou um boêmio, violento e blasfemo? Michelangelo de Merisi da Caravaggio foi, ao longo dos séculos, pintado com as mais diversas cores, julgado e idolatrado por sua rebeldia e por seu incrível talento. O grande artista foi capaz de chocar a sociedade italiana ao pintar figuras elevadas (papas, santos ou mesmo a Virgem) tendo como modelos personagens do cotidiano (camponeses, mendigos ou prostitutas) e, ao mesmo tempo, de deslumbrar os homens mais poderosos de seu tempo com obras de incontestável beleza. Em "Caravaggio: Um Nome Escrito em Sangue", o premiado autor Matt Rees apresenta sua versão dessa história, em um jogo de luz e sombras que certamente encantará os fãs de arte e de um bom romance.

Amor Disfarçado, de Jessica Brody, 344 páginas.
Jennifer Hunter está à frente do seu próprio negócio. Nenhum tipo de relacionamento parecia bom o suficiente para Jennifer. Afinal de contas, seu trabalho já havia sido o golpe final na vida de muitos casais: Jennifer era contratada por esposas e namoradas desconfiadas para aplicar um “teste de fidelidade” em seus parceiros. Colocava à prova as fraquezas dos homens, e esse não era exatamente o tipo de trabalho que se prestava à intimidade. Quando Jamie Richards entra em sua vida, no entanto, tudo muda. Em meio às mudanças vem a promessa de trocar o estilo de vida secreto por “algo mais normal”. A agência de Jen está prosperando, e parece que as coisas não poderiam ficar melhores. Até que ela recebe uma proposta surpreendente. Conseguirá Jennifer Hunter forçar-se a abandonar sua antiga vocação para dedicar-se ao homem perfeito? Ou a tentação de realizar o amor sob um disfarce é mais forte?
Jane Austen: Uma Vida Revelada, de Catherine Reef, 224 páginas.
Uma biografia contundente, perspicaz e divertida como uma legítima obra de Jane Austen, a vida revelada da escritora mais importante do século XIX. Embora seja uma das escritoras mais amadas de todos os tempos, Jane Austen ainda é uma figura de grande mistério. Seria ela a gentil e doce tia Jane? Ou uma moça de língua afiada, ardilosa, como sugere sua escrita? Como passava seus dias? E, se ela nunca alcançou o mesmo final feliz de suas personagens, teria ao menos encontrado o amor verdadeiro? Ambientando sua narrativa no contexto da aristocracia inglesa do século XIX, Catherine Reef extrai informações de cartas escritas por Austen para conceber um relato íntimo da vida e dos sentimentos da escritora. A narrativa inclui detalhes dos seis fascinantes romances publicados pela escritora.

Freud Me Segura Nessa!, de Laura Conrado, 272 páginas.
Abandonar as paixões platônicas e tornar-se adulto não é fácil. Mas, para todas as neuroses desta vida há Freud. Cat que o diga! Depois de se apaixonar pelo terapeuta e passar por desventuras, que conquistaram diversos leitores em "Freud, Me Tira Dessa!", Catarina, agora, encara uma série de descobertas sobre si própria e o mundo. Numa temporada fora do país e em meio a novas oportunidades, amores e amigos, Cat descobre que, mesmo distante, sentimentos não resolvidos de seu passado podem se fazer presentes. Ela confronta traições, inseguranças, dúvidas e os riscos das escolhas adultas diante do dinheiro, do sexo e do amor. Com a mesma dose de emoção e humor, mais uma vez, Cat recorre ao pai da Psicanálise para se segurar nos desafios da vida adulta.
Viagem da Alma, de Sonia Ramos, 200 páginas.
As polaridades nunca estiveram tão em voga quanto nos dias de hoje. Os opostos estão presentes com força, o que dificulta a sua compreensão dos eventos que o cercam. A confusão parece ser o código-chave da vida atual. Como sair disso? Como você pode entender melhor o que acontece no mundo e dentro de si? Como usar o conhecimento, tanto o antigo quanto o moderno, para ter uma vida melhor? Como ter qualidade de vida?Como entrar em um novo fluxo de energia? Nesse livro, veja como aprender com e por meio da sua emoção. Sonia Ramos apresenta uma nova visão sobre o mundo das emoções. Daí em diante, tudo se tornará cada vez mais possível no caminho do aprendiz.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...