[AIL NEWS] Giz Editorial anuncia selo de quadrinhos! [ATUALIZADO]

Logotipo oficial do selo de
quadrinhos da Giz Editorial
Novidades no front, #impressionautas! Por meio de uma fanpage no Facebook, a Giz Editorial anunciou o lançamento de um selo especializado em histórias em quadrinhos! O selo chama-se GiBiz!

À princípio, a primeira HQ a ser lançada é entitulada "Imagine (zumbis) na Copa", com roteiro de Felipe Castilho e arte de Tainan Rocha. O quadrinho contou com a coordenação editorial de Simone Mateus e Walter Tierno.

A trama, nas palavras do próprio roteirista, conta a história de "
(...) mortos-vivos em uma final de Copa do Mundo, trazidos para vocês de um jeito meio tarantinesco, meio romeresco, meio... meio Tainan Rocha e Felipe Castilho. Tem tudo o que vocês não podem ver: sangue, cabeças explodindo, zumbis encurralando gente desarmada, tiros...".

[ATUALIZAÇÃO]

Clique aqui para comprar seu exemplar na pré-venda e confira abaixo a capa de "Imagine (zumbis) na Copa":


[FIM DA ATUALIZAÇÃO]

(Curiosidade quem deu batizou o selo foi Celso Oliveira, autor de Jambocks)

Segundo comunicação oficial na fanpage, "neste início de trabalho, o selo se concentrará em Graphic Novels criadas e produzidas por autores nacionais, descobrindo novos talentos e valorizando os já consolidados. Também está em fase de produção a versão em volume único de Jambocks, que conta a participação da FAB na Segunda Guerra. Um trabalho detalhado escrito por Celso Oliveira e que será ilustrado por Ton Albuquerque. Outros projetos já estão sendo negociados e discutidos".

A data prevista para lançamento de "Imagine (zumbis) na Copa" é maio de 2014 e segue abaixo uma prévia da arte de Tainan Rocha:


Fonte: GiBiz

[AILPOSTAL] "Pré-Lançamentos para o mês de Maio/2014" Editora Novo Conceito

E aí, #impressionautas!

Acabamos de receber os lançamentos deste mês, da Editora Novo Conceito.
  


Dêem uma olhada!


Livros Pré-Lançamentos Maio/2014

Seguem os títulos: "O Retrato", "A Rosa da Meia-Noite", "Um Herói para Ela", "Solteiros"  e "Boneca de Ossos"

Pré-Lançamentos do mês de Maio


Mais uma vez agradecemos, a Editora Novo Conceito, a confiança em nosso trabalho!!! Portanto, aguardem porque em breve teremos muitas novidades no por aqui!!!

Equipe AIL

[AILNEWS] "GK Filmes seleciona atriz que interpretará Cassie Sullivan de 'A Quinta Onda' no cinema"



Chloe Moretz definitivamente é a nova queridinha das adaptações e a cada filme ganha mais notoriedade a indústria cinematográfica. Tudo indica que a atriz fechará contrato para estrelar a adaptação de A Quinta Onda, de Rick Yancey. Moretz já estrelou outras adaptações como “Carrie”, e “Se Eu Ficar”. Em "A Quinta Onda" quem assina o roteiro é Susannah Grant e a direção, J Blakeson.

Os direitos de adaptação foram adquiridos pela GK Films, com produção de Graham King, Tobey Maguire e Matthew Plouffe da Material Pictures. 

A supervisão do projeto ficará a cargo dos executivos  Hannah Minghella e Andrea Giannetti da Sony.

**Sobre a história:

Moretz  será Cassie Sullivan, que sobrevive as primeiras quatro ondas de ataques mortais contra a Terra. Na corrida para salvar seu irmão mais novo, Cassie, com dezesseis anos, conhece um misterioso garoto que pode tornar-se sua última esperança. O livro foi lançado no Brasil pela Editora Fundamento.

O segundo livro, The Infinite Sea, será publicado em setembro nos Estados Unidos e, provavelmente, chegará ao Brasil ainda esse ano.

Equipe AIL

[AILNEWS] "Cassandra Claire escreve novo livro em parceria com Holly Black"

Como divulgado há algum tempo, as autoras bestsellers Cassandra Clare e Holly Black, que escreveram as sagas Instrumentos Mortais e Crônicas de Spiderwick, respectivamente, firmaram parceria para escrever uma saga de cinco livros sobre um garoto de doze anos, em uma viagem mágica de auto descoberta. 

A mesma será lançada ao longo dos próximos anos através da editora Scholastic — e dizem que a Novo Conceito vai publicá-la no Brasil. 

E ciente do possível sucesso desta nova saga a Constantin Films adquiriu os direitos de adaptação para o cinema. A saga para o cinema contará com  os mesmos produtores de "Instrumentos Mortais".




Eu me sinto incrivelmente afortunada por trabalhar com a Constantin em um segundo projeto,” disse Cassie para o Hollywood Crush via email. “Eles realmente fazem outras coisas e me incluem em tudo. Estou tão excitada, eles amaram a história. E Holly gostaria de dizer que está emocionada por ter tido uma resposta tão grande da editora e dos que juntaram-se a esse projeto, e ela mal pode esperar para ver o filme.


Para quem ainda não sabe desta história, o primeiro volume da saga, "The Iron Trial" está previsto para ser lançado em setembro deste ano. E retrata a vida de um garoto chamado "Callum Hunt" que cresceu com medo de mágicos e com a possibilidade de se tornar um deles.


Confira a sinopse traduzida:

"De duas autoras bestsellers, um deslumbrante e mágico infantojuvenil centrado nos estudantes de Magisterium, uma academia para pessoas com propensão a magia. Nesse primeiro livro, um novo aluno chega ao Magisterium contra sua vontade — isso acontece porque está destinado se tornar-se um grande mago, ou a verdade é mais retorcida? Essa viagem vai te fazer vibrar, surpreender e se perguntar sobre a clara distinção feita o bem e o mal."

Bem, agora, só nos resta esperar... esperar... e esperar!

Equipe AIL 

[AILNEWS]"Novo livro baseado na franquia de “The Walking Dead”

Após escrever a bem sucedida quadrilogia que narra a história do "Governador", o idealizador e criador Robert Kirkman junto com o escritor Jay Bonansinga estão envolvidos em um novo projeto: DESCENT.

Descent é o título do primeiro livro, fará parte da franquia de The Walking Dead. Está previsto para ser lançando em 14 de outubro de 2014, mês em que estréia a 5ª temporada da série de TV.

Para termos uma idéia , a nova série de livros mostrará a personagem Lilly Caul tentando voltar para Woodbury com o intuito de reconstrui-la, após o fracasso do Governador.  

A editora Galera Record é responsávivel pela publicação da quadrilogia, no Brasil. No entanto, ela ainda  mas ainda não se emitiu nenhum comunicado em relação ao novo volume.

Equipe AIL

[AILNEWS] "Editora Novo Conceito divulga capa nacional do volum final de 'Estilhaça-me' "

A editora Novo Conceito  finalmente padronizou, no Brasil, as novas capas da trilogia Shatter Me, de Tahereh Mafi, começando pelo final com Incendeia-Me. E, provavelmente, veremos ainda esse ano o lançamento de mais dois livros que seguirão o mesmo padrão.

Tudo indica que o livro que finaliza a trilogia deve sair em junho deste ano e o conto que acontece entre o segundo e terceiro livro, "Fracture Me", será lançado em ebook ainda esse mês. Ainda não temos nenhuma confirmação, por parte da da Editora, se haverá alguma publicação do volume impresso contendo os dois contos da saga, "Unite Me".

Ressaltamos que a Fox comprou os direitos de adaptação da da trilogia, que terá "Peter Chernin" e "Dylan Clark" como os produtores.

Equipe AIL

[RESENHA] "Esconda-se" de ... por Renatinha Santos

Sinopse:Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram. Um pingente que foi parar em mãos erradas — e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!


A polícia encontrou no Hospital Psiquiátrico desativado de Boston uma câmara subterrânea com seis corpos de meninas enrolados em sacos plásticos e mumificados. Apenas uma delas tinha um tipo de identificação: um colar com o nome Annabelle Mary Granger.


A sargento D.D. Warren e o detetive Bobby Dodgers estavam cuidando do caso e ainda não sabia por onde começar as investigações quando uma moça aparece na delegacia querendo falar com a sargento dizendo ser Annabelle.



- Que diabos? – a sargento detetive D.D. Warren quis saber.

- Meu nome é Annabelle Mary Granger – eu disse – Acho que você está procurando por mim.




Este romance conta a história de Annabelle está há 25 anos fugindo e trocando de nomes, sem saber ao certo qual é o perigo de que tanto corre. Aos sete anos, perdeu sua identidade pela primeira vez. 

Seu pai sempre foi extremamente preocupado com sua segurança e, após alguns acontecimentos envolvendo a filha, como pequenos presentes deixados anonimamente na varanda de sua casa e uma tentativa de arrombamento da janela de seu quarto, ele decidiu que a família precisava de um recomeço. Um recomeço que envolvia identidades falsas e o corte de todos os laços que eles tinham com o mundo. 

Um dia Annabelle chegou da escola e seus pais estavam com as malas arrumadas para eles se mudarem. Ela pegou dois objetos e eles foram para Flórida. Depois das primeiras mudanças, vieram muitas outras. A cada um ano e meio ou dois anos Annabelle precisava se acostumar com um novo nome e um novo lugar. 

Quando ela completa vinte e dois anos, seu pai falece em um acidente. Dez anos depois, Annabelle vive sozinha e tem como companheira a cadela Bella e está sempre alerta às medidas de segurança, inclusive o nome falso que continua adotando, Tanya Nelson. 

"Meu pai me explicou pela primeira vez quando eu tinha sete anos de idade: o mundo é um sistema. A escola é um sistema. Bairros são um sistema. Cidades, governos, qualquer grande grupo de pessoas. Aliás, o corpo humano é um sistema, viabilizado por subsistemas biológicos menores."

Em meio a essa dura realidade, o leitor é apresentado à um cenário da descoberta de seis meninas assassinadas e mumificados há mais de 30 anos! Durante as investigações iniciais, a sargento e o detetive entram em contato com Christine Gagnon, uma vítima de estupro quando tinha 12 anos de idade e que foi mantida em cárcere num local parecido com a câmara onde foram encontradas as meninas. 

O estuprador de Christine já estava morto, mas como ela era a única ligação com o sujeito, a polícia decidiu interrogá-la com o intuito de descobrir pistas sobre o suspeito de praticar o crime com as outras meninas.

Até então, a polícia não tinha nenhum suspeito do caso, a data em que os crimes contra as meninas foram cometidos, quem eram as meninas e a relação delas ou de qualquer uma delas com Annabelle Granger.

"Porque criminosos assim não param magicamente. Um criminoso desconhecido não passa anos perseguindo e capturando seis meninas e de repente decide arrumar um novo hobby. Você acha que meu pai sabia de alguma coisa. Você acha que ele tinha um motivo para nos manter fugindo."

É nesta linha de suspense policial que se a trama é mantida. Vemos uma Annabelle é tão cheia de conflitos, tão real que, ao mesmo tempo que teme por se revelar ao mundo, querendo apenas ter uma vida normal, teme pelas consequências. Apesar de tudo, ela espera uma dia  finalmente entender o motivo de ter passado a maior parte de sua existência isolada do mundo. E, é claro, ter uma casa de cerca branca em que more com seu marido e dois filhos. 

"- Preparada? Qual é a utilidade de estar tão preparada se tudo o que fazemos é fugir?

- Sim, querida – meu pai me explicava incansavelmente. – Mas nós podemos fugir justamente porque somos tão preparados."

Apesar das revelações serem em pequenas doses, o leitor entende a relação dos personagens a medida que a história se desenvolve. A narrativa de "Esconda-se"  consegue prender a atenção do leitor até o fim.

Se por um lado, a participação de D.D. Warren não tem a menor relevância nessa trama, o que leva o leitor a questionar a presença dela na capa do livro. Warren não está presente nos momentos mais importantes, menos ainda consegue descobrir os elementos fundamentais para solucionar o mistério que envolve os crimes que surgem na trama. Por outro lado, Bobby foi muito mais ativo e essencial para a solução do caso.

Cabe ressaltar que este livro pertence a uma série. Cada volume conta a história da resolução de um crime, e eles estão sendo lançados fora de ordem no Brasil. No geral, a leitura não é prejudicada por causa disso, mas instiga ao leitor a curiosidade em acompanhar a vida de Bobby e D.D., o que não será possível lendo os livros em uma ordem aleatória. 

Por Renatinha Santos

[LANÇAMENTOS & NOVIDADES#9] "Editora Gryphys"

CANIL PARA CACHORRO LOUCO
Maicon Tenfen

A vida de um professor universitário de meia idade obcecado por detalhes e pelo dever cumprido, que não se permitia sequer um gracejo com as secretárias jovens e atraentes. Seu quotidiano se limitava às idas e vindas entre o trabalho e a casa onde, ao final do dia, encontrava sua esposa Irene, mulher simplória e acomodada. Seu sonho pequeno-burguês se limitava a comprar um apartamento de praia para usufruir na sua aposentadoria, após mais de 30 anos lecionando.

Mas um dia, com o cancelamento das aulas daquela manhã, toma coragem e ousa alterar a sua rotina. A partir daí uma sucessão de acontecimentos inesperados muda a vida do Professor Genésio Campanelli para sempre. Em ritmo alucinante, a outrora vida pacata do Professor transforma-se em um thriller. E, numa vertigem, o impossível começa a acontecer, até o seu final surpreendente.

Canil para cachorro louco captura a nossa atenção e curiosidade do começo ao fim - e reafirma o estilo do autor marcado por grande intensidade e suspense. Esta é a segunda obra de Maicon Tenfen publicada pela Gryphus Editora. 


O ANO EM QUE ZUMBI TOMOU O RIO
José Eduardo Agualusa

"Esse livro é uma antiga idéia minha. Há muito tempo que queria escrevê-lo. … de alguma forma uma atualização do mito de Zumbi de Palmares, um negro de origem angolana, que no Século XVII governou durante muitos anos uma república de homens fugidos da escravidão. Este livro é passado na atualidade e é a história de um antigo coronel da segurança de estado de Angola que após 1992 vai para o Rio de Janeiro e começa a vender armas aos traficantes. Pouco a pouco aquilo que é hoje um conflito entre polícias e bandidos começa a ter contornos mais políticos. Na prática é a história de uma sub-violação das populações das favelas vista pelo olhar de dois angolanos, o ex-coronel da segurança de estado e um jornalista."
José Eduardo Agualusa

Sentir-se na fronteira da identidade cultural, tendo um pé na África, a cabeça em Portugal e os sentimentos no Brasil, assim Agualusa proclama a existência de uma Lusofonia que não quer calar-se. No processo de criação de O Ano que Zumbi tomou o Rio, o autor realizou várias entrevistas em favelas cariocas, um verdadeiro trabalho de campo que culminou na eloquente história que nos é apresentada neste livro.
A guerra civil não-declarada, entre o crime organizado e o restante da população carioca, aquece o asfalto. Um antigo coronel do Ministério da Segurança de Estado de Angola, que trocou seu país pelo Brasil, fugindo das armadilhas de um amor feroz e ao tormento da memória, prepara esse dia. Um jornalista mergulha no incêndio dos morros cariocas em busca de respostas e perguntas que poucos se atrevem a colocar. Tudo isto acontece agora.

Zumbi, o mítico herói do Quilombo de Palmares, voltou pra tomar o Rio.





SUPERNATURAL - O DIÁRIO DE JOHN WINCHESTER
Alex Irvine


Sam e Dean conhecem todos os segredos que John Windhester guardou em seu diário. Agora você vai saber também.

O Diário de John Winchester traz para os fãs de Supernatural tudo aquilo que sempre sonharam: os rituais de exorcismo que Sam e Dean aprenderam a usar; a história de Samuel Colt; a primeira caçada de Dean; o time de futebol infantil de Sam... E tudo sobre a frenética caçada aos seres sobrenaturais.

Este diário reproduz fielmente todas as anotações, conselhos e estratégias que John colecionou e que servem como valiosas armas na saga dos Winchester. 



[PARCERIA] "Editora Gryphus"

Olá, #impressionautas! Tudo legal?! Já é, então... Temos mais uma ótima notícia! Este mês conseguimos firmar mais uma parceria editorial. Desta vez, com a Gryphus Editora!

É com grande orgulho que anunciamos mais esta vitória a todos que torcem por nós e acreditam em nosso trabalho...


Sobre a Editora

GRYPHUS é um animal mitológico que tem a cabeça e as asas da águia e o corpo do leão.

A Gryphus Editora nasceu desse conceito e imagem, unindo a dupla qualidade de sabedoria e força, sempre buscando abordar questões fundamentais para o mundo contemporâneo, publicando obras de ficção, não-ficção, e livros para crianças.

A Quorum Editora é uma casa editorial especializada no desenvolvimento de projetos editoriais em todos os níveis: da ideia ao produto final, branding, comunicação, mídia, identidade corporativa, e produção editorial. A Quorum já desenvolveu projetos para grandes grupos no Brasil como Santillana, Folha de S.Paulo, Editora Rocco dentre outros.

Desde outubro de 2009, as duas empresas se fundiram e com a experiência editorial de seus gestores irá lançar novos títulos no mercado em 2010, visando a se tornar uma importante editora no mercado brasileiro.

Fonte: Gryphus Editora

Voltaremos em breve com mais algumas novidades... Porque, por aqui, vocês já sabem, né? É só vitória!

Rock on, abração carioca (e palmense), bjins e inté!
Equipe AIL

[LANÇAMENTOS & NOVIDADES#8] "Editora Novo Século"


O Cavaleiro de Bronze: O Portão Dourado, de Paullina Simons, 432 páginas.
No início da guerra, em 22 de junho de 1941, o dia em que Alexander e Tatiana se conheceram, havia três milhões de civis em Leningrado. Na primavera de 1942, apenas um milhão de pessoas permaneciam ali. E o cerco não havia terminado. Depois de deixar Tatiana e Dasha Metanova dentro de um caminhão que seguia pela Estrada da Vida com destino a Molotov, Alexander não tinha nada além de esperanças. Não havia uma única correspondência sequer de Dasha ou Tatiana, nada que indicasse que ambas haviam chegado em segurança a seu destino. Na segunda parte de uma das maiores sagas de amor de todos os tempos, será praticamente impossível conter a emoção ao acompanhar a busca obstinada do ilustre oficial do Exército Vermelho, Alexander Belov, por sua Tatiana. E ainda mais arrebatador presenciar se eles conseguirão viver esse intenso amor diante de tantas ameaças, em meio ao cruel cenário da Segunda Guerra Mundial.
Ex-Patriotas, de Peter Clines, 416 páginas.
O mundo é maior que Hollywood: a eletrizante sequência de Ex-heróis. Já se passaram dois anos desde que o apocalipse de ex-humanos praticamente exterminou a raça humana. Dois anos desde que os últimos sobreviventes de Los Angeles foram reunidos pelo grupo liderado por Stealth e St. George, passando a viver entre as muralhas de sua fortaleza, o Monte. Durante esse tempo, os super-heróis lutaram com todas as suas forças – e contra inimigos poderosos – para garantir aos refugiados um mínimo de paz e esperança. Mas agora os suprimentos vêm se tornando cada vez mais escassos, e a horda de zumbis parece cada vez mais perto de invadir o último refúgio de Hollywood. Eis que surge um lampejo de esperança, quando um batalhão do Exército americano entra em contato com os super-heróis. E não é apenas um batalhão comum: os homens e as mulheres do Projeto Krypton sobreviveram à catástrofe mundial por serem supersoldados, criados para serem mais rápidos, mais fortes e mais inteligentes que qualquer outro espécime da raça humana. Mas um segredo sombrio e extremamente poderoso se esconde no coração do Projeto Krypton. Em quem os super- heróis deverão depositar sua confiança?

Máquina de Armas, de Warren Ellis, 312 páginas.
Após um tiroteio custar a vida de seu parceiro, o detetive John Tallow acaba descobrindo um apartamento repleto de armas. Cada uma delas conduz a um diferente caso de assassinato não resolvido pela polícia. Por vinte anos ou mais, alguém esteve matando pessoas e juntando as armas por um propósito inexplicável. Confrontado com a inesperada emergência de centenas de homicídios não resolvidos, Tallow logo descobre que está sendo irremediavelmente conduzido a um verdadeiro acordo com o diabo. Agora, o detetive deve procurar por um caçador que considera seus atos assassinos como um sacrifício para os velhos deuses de Manhattan e que pode, simplesmente, ser o mais prolífico serial killer da história da cidade de Nova York. Warren Ellis tem acumulado legiões de fãs pelo mundo todo, sendo elogiado pela revista Wired por sua “impiedosa ação” e “inquestionável bravura”. Seu mais novo romance lança-o como um dos mais ousados escritores de thrillers da atualidade. Este é o primeiro suspense do século XXI de grande relevância. Este é "Máquina de Armas".
Caravaggio: Um Nome Escrito em Sangue, de Matt Rees, 288 páginas.
Uma vida entre o sagrado e o profano: a história de Caravaggio, um dos mais talentosos e polêmicos gênios da História. Gênio da arte, mestre do barroco, ou um boêmio, violento e blasfemo? Michelangelo de Merisi da Caravaggio foi, ao longo dos séculos, pintado com as mais diversas cores, julgado e idolatrado por sua rebeldia e por seu incrível talento. O grande artista foi capaz de chocar a sociedade italiana ao pintar figuras elevadas (papas, santos ou mesmo a Virgem) tendo como modelos personagens do cotidiano (camponeses, mendigos ou prostitutas) e, ao mesmo tempo, de deslumbrar os homens mais poderosos de seu tempo com obras de incontestável beleza. Em "Caravaggio: Um Nome Escrito em Sangue", o premiado autor Matt Rees apresenta sua versão dessa história, em um jogo de luz e sombras que certamente encantará os fãs de arte e de um bom romance.

Amor Disfarçado, de Jessica Brody, 344 páginas.
Jennifer Hunter está à frente do seu próprio negócio. Nenhum tipo de relacionamento parecia bom o suficiente para Jennifer. Afinal de contas, seu trabalho já havia sido o golpe final na vida de muitos casais: Jennifer era contratada por esposas e namoradas desconfiadas para aplicar um “teste de fidelidade” em seus parceiros. Colocava à prova as fraquezas dos homens, e esse não era exatamente o tipo de trabalho que se prestava à intimidade. Quando Jamie Richards entra em sua vida, no entanto, tudo muda. Em meio às mudanças vem a promessa de trocar o estilo de vida secreto por “algo mais normal”. A agência de Jen está prosperando, e parece que as coisas não poderiam ficar melhores. Até que ela recebe uma proposta surpreendente. Conseguirá Jennifer Hunter forçar-se a abandonar sua antiga vocação para dedicar-se ao homem perfeito? Ou a tentação de realizar o amor sob um disfarce é mais forte?
Jane Austen: Uma Vida Revelada, de Catherine Reef, 224 páginas.
Uma biografia contundente, perspicaz e divertida como uma legítima obra de Jane Austen, a vida revelada da escritora mais importante do século XIX. Embora seja uma das escritoras mais amadas de todos os tempos, Jane Austen ainda é uma figura de grande mistério. Seria ela a gentil e doce tia Jane? Ou uma moça de língua afiada, ardilosa, como sugere sua escrita? Como passava seus dias? E, se ela nunca alcançou o mesmo final feliz de suas personagens, teria ao menos encontrado o amor verdadeiro? Ambientando sua narrativa no contexto da aristocracia inglesa do século XIX, Catherine Reef extrai informações de cartas escritas por Austen para conceber um relato íntimo da vida e dos sentimentos da escritora. A narrativa inclui detalhes dos seis fascinantes romances publicados pela escritora.

Freud Me Segura Nessa!, de Laura Conrado, 272 páginas.
Abandonar as paixões platônicas e tornar-se adulto não é fácil. Mas, para todas as neuroses desta vida há Freud. Cat que o diga! Depois de se apaixonar pelo terapeuta e passar por desventuras, que conquistaram diversos leitores em "Freud, Me Tira Dessa!", Catarina, agora, encara uma série de descobertas sobre si própria e o mundo. Numa temporada fora do país e em meio a novas oportunidades, amores e amigos, Cat descobre que, mesmo distante, sentimentos não resolvidos de seu passado podem se fazer presentes. Ela confronta traições, inseguranças, dúvidas e os riscos das escolhas adultas diante do dinheiro, do sexo e do amor. Com a mesma dose de emoção e humor, mais uma vez, Cat recorre ao pai da Psicanálise para se segurar nos desafios da vida adulta.
Viagem da Alma, de Sonia Ramos, 200 páginas.
As polaridades nunca estiveram tão em voga quanto nos dias de hoje. Os opostos estão presentes com força, o que dificulta a sua compreensão dos eventos que o cercam. A confusão parece ser o código-chave da vida atual. Como sair disso? Como você pode entender melhor o que acontece no mundo e dentro de si? Como usar o conhecimento, tanto o antigo quanto o moderno, para ter uma vida melhor? Como ter qualidade de vida?Como entrar em um novo fluxo de energia? Nesse livro, veja como aprender com e por meio da sua emoção. Sonia Ramos apresenta uma nova visão sobre o mundo das emoções. Daí em diante, tudo se tornará cada vez mais possível no caminho do aprendiz.

[AILNEWS] O Livro "A Probabilidade Estatística do Amor Á Primeira Vista” também ganhará adapatação para o cinema!!!


Olá, #impressionautas!!!

Hoje trazemos mais uma notícia do mais recente livro que entrará para o hall de livros adapatos para o cinema!!!

Confiram...



Há alguns anos, os direitos de adaptação do livro A Probabilidade Estatística do Amor Á Primeira Vista foram comprados e, nos últimos dias, a autora (Jennifer E. Smith) liberou algumas informações sobre o filme!

Uma delas é que já foi contratada a atriz para viver "Hadley Sullivan", a protagonista, da história. No entanto, detalhes sobre os atores que viverão so protagonistas continuarão em sigilo, pois ainda estão em procurando um ator para viver o Oliver.

Dustin Lance Black e Jennifer assinam o roteiro  que afirmou que tentaram manter o filme mais fiel possível a história originial. Caroline Kaplan e Bruna Papandrea serão as produtoras.


*Um pouco sobre a história do livro: 

"Hadley Sullivan deve ir à Inglaterra para o casamento de seu pai. Depois de sofrer vários percalços,  ela acaba atrasando e perdendo seu voo,  e é esperando o próximo voo que ela conhece Oliver, um estudante de Yale que deve voltar à sua terra natal para também marcar presença em um casamento. 

Em 24h, algumas passadas dentro do avião, Hadley e Oliver se apoiam um no outro e contam detalhes de suas vidas que jamais imaginaram dizer a um estranho."

**Aqui, no Brasil, a  Galera Record obteve os direitos de publicação tanto deste livro quanto do "What Happy Looks Like" - ainda sem título em Português - da autora.

Equipe AIL.

[AILPOSTAL] "Lançamentos de Abril/2014" Editora Novo Conceito

E aí, #impressionautas!

Acabamos de receber materiais promocionais (posters etc...) dos lançamentos deste mês, da Editora Novo Conceito.
 


Dêem uma olhada!



Livro e Poster



Além disto, recebemo os livros "Bob - Um Gato fora do Normal", "Mulheres que Escolhem Demais", "O Menino dos Fantoches de Varsóvia", "Belleville", "A Escolha do Coração", "Vinte Garotos no Verão", "Esta é uma História de Amor" e "Desde o Primeiro Instante":

Lançamentos do mês de Abril



Mais uma vez agradecemos, a Editora Novo Conceito, a confiança em nosso trabalho!!! Portanto, aguardem porque em breve teremos muitas novidades no por aqui!!!

Equipe AIL

[RESENHA] "O Presente" de Cecelia Ahern



Sinopse:Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar. Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha. Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos... Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego. Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber... Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações. Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ela. No momento certo.

Resenha: Sim, eu poderia intitular essa resenha como... Hum...de repente um subtítulo cairia melhor. Então colocaria abaixo do título: “Por que não li antes?”  Essa frase curta tem uma longa história, de meses. Em dezembro recebi meus primeiros livros para resenhar. Uma tarefa inovadora e difícil, pois, como já relatei, costumo ler apenas o que gosto, o que me interessa e nada de obrigatoriedade.

Assim, arrependo-me de ter julgado errado...
Arrependo-me de não ter lido ‘O Presente’ antes...
Arrependo-me...simplesmente.

Tudo bem, minha primeira resenha demonstrou minha predileção por gatos... mas ‘O Presente’ seria um livro para ser lido primeiro, pois dos três foi a melhor leitura...uma leitura ‘natalina’...um ótimo presente de Natal.

De repente, e como diria Vinícius, “não mais que de repente”... alguém pode destilar um veneno e jogar ao vento frases como: “O Presente é um livro clichê, próprio para pegar os tolos em épocas emotivas, um verdadeiro xeque mate do mundo capitalista.

Mas ‘O Presente’ é especial. Confesso que sou emotiva e adoro histórias com uma lição, com uma moral. Adoro a superação. Amo quando o oculto é exposto e é possível desvendar os mistérios da alma. 

O livro começa com a prisão de um garoto que faz um peru de Natal invadir a casa de sua família pela janela, estilhaçando vidros para os quatro cantos da sala, isso logo na véspera do dia mais importante para os cristãos – Natal, claro.

Apesar da inusitada invasão, a história é uma meta-história. O policial que prende o menino do peru, no intuito de lhe dar uma lição, começa a lhe contar um fato recente, muito recente. 
Num dia frio, semanas antes do dia de Natal, um executivo bem sucedido entrega um copo de café a um mendigo instalado próximo ao prédio de seu escritório. E no ‘papo vem’, ‘papo vai’...eles embarcam em uma conversa muito interessante que o Sr Lou Suffern, aquele homem alto, elegante, porém sem tempo e com pensamentos apenas para suas metas e objetivos da empresa, nunca imaginaria que a curiosidade, a vontade de controlar tudo e saber de informações importantes o levaria a tamanho interesse por um... um misero sem teto - Gabe.

“- Gostaria de saber por que eles chegaram tão cedo. – Lou olhou para Gabe como se ele tivesse poderes especiais.
- Receio que não posso ajudá-lo com isso, mas eles almoçaram juntos semana passada. Ou, pelo menos, saíram do prédio na hora em que a maioria das pessoas almoça...”. pág. 38

Depois de um bom tempo pensado na conversa intrigante que teve com Gabe e em uma estratégia em como ele poderia ajudá-lo, principalmente em saber o que ocorria em seu escritório. Depois de muito pensar Lou teve um insite:

“- Quer um emprego? – perguntou Lou, confiante, mas a frase soou baixa e submissa, pois metade do som foi levado pelo vento...” pág.59

Mas que todos não se enganem, Lou não fez uma boa ação a Gabe, mas sim a si mesmo.
A história segue com agruras vividas por seu personagem principal e suas dúvidas e despreparo para  viver a sua vida com a família; pai, mãe, irmãos, mulher e filhos. Os dias passam, mas Lou simplesmente não enxerga o essencial.

“Ruth passou o dia inteiro lidando com a empolgação incontrolável de Lucy, que foi canalizada de todas as maneiras, positivas e negativas...mas tarde teve que lidar com a irritação e as lágrimas de Lucy, que se recusava a entrar no palco antes que o pai chegasse.”  pág. 137

Afinal, o que ocorrerá com Lou, afinal quem é Gabe? Por favor, alguém poderia explicar o que tem haver o menino do peru com toda essa história? Bem para isso o leitor terá que confiar em Gabe, em Lou e na narrativa jesuítica do policial...
No fundo teremos que ir mais fundo e decifrar o que esta história linda quer dizer..como disse gabe:

“- Por que eu deveria confiar em você?
- Considere isso um presente. – gabe repetiu as palavras que Lou lhe dissera há alguns dias.
O presente de Gabe e as palavras repetidas causaram arrepios em Lou Suffern.”

A autora, Cecelia Ahern, simplesmente surfa por frases e parágrafos nos deliciando, fazendo-nos degustar de um prazer maravilhoso: uma boa escrita. Simplesmente tudo flui, desperta curiosidade e nos faz ficar mais próximos à crítica deste mundo louco do corre-corre empresarial, do pensamento de vencedor e/ou perdedor, das descargas elétricas que cada corpo recebe quando alguma coisa foge ao controle ou daquele horário que não conseguimos cumprir, o compromisso que não é permitido descartar.

Simplesmente prazeroso quando o assunto envolve um mistério, a vida, a morte o humano... o ser humano do século XXI, tão envolto ao seu umbigo, tão associado a busca por sucesso, riqueza, poder que, esquece do outro, do mais próximo e o outro mais distante deixa de existir.

A História de Lou e Gabe por quase todas as 320 páginas me remeteu a uma grande tela, eu só imaginava que poderia virar um filme e que seria lindo.
Não posso escrever mais, só posso dizer que é um livro humano, para ser lido com a sensibilidade natalina, principalmente quando os aspectos dessa data andam tão raros e a densidade que deveria ser presente torna-se cada vez menos encorpada, cada vez mais rasa.

PS. O final é surpreendente, Cecelia Ahern consegue fugir a estereótipos literários. 

Eleni Rosa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...