[RESENHA] "Querido John" de Nicholas Sparks por Karita Kinnups


Sinopse:“Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre. Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.
 

O que você faria com uma carta que mudasse tudo? 


Resenha: Eu sou muito fã do autor Nickolas Sparks, eu gosto de como ele sempre desenvolve os textos. Os enredos dos livros são sempre parecidos e a principal característica é o AMOR. Com esse sentimento, ele aborda diversos temas e sempre tem uma história que nos envolve totalmente. Esse livro, em minha opinião, é o melhor de sua autoria embora eu ame todos os livros dele. Essa obra retrata um amor muito além do amor entre homem e mulher. É o amor de querer o bem do outro acima do nosso que é muito difícil.

É o que o leitor percebe ao ler o romance entre Savannah, uma estudante universitária de “Educação Especial” que está sempre disposta ajudar a quem precisa e John, um jovem, militar do exército que tem vergonha do pai.

Como de costume nas férias de verão, Savannah é voluntária do programa “Habitat para a Humanidade” que constrói casas com ajuda de voluntários. Nesse verão ela foi para Wilmington, cidade litorânea, onde John morou até antes de se alistar ao exército, ele por sinal também estava lá para passar uns dias de sua licença com seu pai, um senhor de pouca conversa no qual John pouco se comunicava.

Nesse verão, inicia uma paixão linda, entre a doce Savannah e o rapaz de sangue quente John. Com o fim das férias de ambos, eles retomam as suas rotinas. Ela na universidade e ele no exército em algum lugar do mundo.  

A comunicação entre eles é através de cartas, onde Savannah sempre as inicia com um carinhoso “Querido John”.  Em relação ao John, sempre que lhe é concedido alguma licença ele vai ao encontro de Savannah. Mas com o passar do tempo e a distância, a frequência que John recebe as cartas é menor, passando meses e mais meses sem receber nenhuma até.
Então o inesperado acontece.

 E em uma licença concedida pela morte de seu pai ele vai até a cidade dela e lá ele conhece o sentido do verdadeiro amor.

“Vendi a coleção porque finalmente compreendi o que o verdadeiro amor realmente significa. Tim havia me dito e, me mostrado, que o amor significa pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria não importando quão dolorosa seja sua.” John.

E com esse pensamento de John o autor finaliza essa obra apaixonante.

Nas últimas páginas eu me debulhei em lágrimas, pois nos faz parar para refletir sobre a vida e, principalmente, ao sentimento chamado “amor”.


Em 2010, o livro ganhou adapatação para o cinema. Savannah e John foram interpretados por Amanda Seyfried Channing Tatum, respectivamente.

Portanto, recomendo a leitura do livro e que assistam, também, ao filme. Não é aquela história água com açúcar e, menos ainda, clichê. E, como perceberam no início desta resenha, gosto muito dos livros de Sparks. Como sei que o AIL tem muitos fãs do Nicholas Sparks, tentarei juntar sempre o útil ao agrável, escrevendo muitas e muitas resenhas sobre os livros dele aqui no AIL. ;)

 

Até a próxima, Karita Kinnups

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...