[RESENHA] "Do Seu Lado", de Fernanda Saads

Sinopse: Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um 'fora', Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno. O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu. Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca! Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor.
Resenha: Lembro como se fosse ontem, eu, na Livraria Nobel, perambulando entre as estantes repletas de livros - alguns antigos (que jamais irei ler, pois não curto o gênero) e outros lançamentos bem interessantes. Lembro, também, que passei por este livro e ele estava empilhado com uma plaquinha escrito "promoção". Aí, parei e olhei a capa. Achei interessante. Dei uma olhada na sinopse e pensei "Poxa, mais um livro nesta linha?! As editoras não se cansam de publicar as 'mesmas' histórias?!". 
 
Larguei o livro e continuei analisando um livro aqui e alí. Eu queria algo para ler, que não fosse para análise crítica obrigatória. Rodei, rodei, rodei... E parei novamente em frente este livro. Não resisti e o coloquei na cestinha enquanto procurava por outros livros interessantes. E a todo momento que eu olhava para o livro, me perguntava se valeria a pena realmente gastar um centavo para lê-lo. 
"– Como é amar alguém a vida toda?

– É a melhor sensação que alguém pode ter na vida. É como gostar de comer o pão daquela padaria da esquina e saber que eles nunca vão trocar de padeiro."

E minha dúvida aumentou quando percebi que a autora era Brasileira. Ok. Tenho os meus motivos para ficar com os pés, o corpo e alma atrás já que não tive boas experiências com leituras nacionais, exceto, é claro, quando o assunto é José de Alencar, Machado de Assis, Jorge Amado... Graças a Deus que toda regra tem uma exceção. E, depois de muito penar e quase desistir das leituras nacionais contemporâneas, eis que finalmente encontrei um livro (ou ele me encontrou! rs) que resgatasse o prazer de reservar algumas horas do meu dia para tal intendo.
 
Em "Do Seu Lado" o leitor acompanha a história de Sarah, uma arquiteta inteligente com aptidão para área de negócios. Ela ainda sofre as sequelas de ter sido traída e abandonada pelo homem que , até então, ainda ama. Sarah trabalha em um escritório de arquitetura junto com seu melhor amigo Igor. Eles são amigos deste da faculdade e essa relação se solidifica após o drama que Sarah viveu em seu último relacionamento. Daí por diante fica fácil saber o que vai acontecer, né?!  
 
Sarah - a princípio - é uma personagem bobinha  e - devido a esta construção inicial da personagem - quase desisti da história. Em contrapartida, Igor é um arquiteto supercriativo, com um futuro brilhante, "certinho" em tudo que faz e apaixonado desde a faculdade por Sarah. Mas como ela namorava com Bruno, Igor nunca teve coragem de se declarar. No entanto, sempre se esforçava para tornar os dias de Sarah melhores. Mais ainda, de fazer toda as vontades dela, só para vê-la feliz.
 
Numa reviravolta, Bruno volta para a vida de Sarah, despertando a ira de Igor que se afasta de Sarah  e resolve seguir com a própria vida, inclusive "arranjar" uma namorada. Esta atitude deixa Sarah completamente perdida e inciumada, pois todas as decisões que ela tomava sempre envolviam o seu "melhor amigo" direta ou indiretamente. 

 “O grande amor de sua vida pode estar mais perto do que você imagina”
 
Com o tempo, ela percebe que Igor é mais importante para ela do que imaginava. E que sua vida não teria o menor sentindo sem ele. Sarah não ver alternativa a não ser reconhecer seus verdadeiros sentimentos por seu melhor amigo e correr, contra o tempo, para reconquistar o grande amor de sua vida. Nesta busca frenética, Saraha consegue cativar os leitores. É impossível não torcerem pelo "final feliz". E como termina?! Ah... vocês terão que ler o livro, oras!!! rs
 
"Do Seu Lado" fala sobre perdas, paixões ilusórias, traíções e todas suas as consequências. Aborda, mesmo que seja "de leve", a questão da busca pelo "par perfeito" a esma, quando ele pode realmente está mais perto do que imaginamos. No entanto, também fala sobre amor "a trilhonésima vista", amizade e companheirismo. É um livro gostoso de se ler. E surpreende, e muito, pelos personagens cativantes e pela história leve e fluída que prende a atenção do leitor. Fernanda Saads está de parabéns!!!
 
Eu, Mac Batista, me apaixonei pelos personagens deste romance, inclusive pela história em si. Torci do início ao fim pelo desefecho tão esperado. No entanto, me encantei - mais ainda - com a "minha vó" (que me lembrou muito da minha saudosa vó) #QueFofa!!!  
 
Portanto, hiper recomendo!!! 

Titulo: Do Seu Lado
Autora: Fernanda Saads
Ed. Novo Conceito | 2012 (1ª Edição) | 320 páginas | Romance
Clique aqui para comprar

Fernanda Saads,
escritora
>>> Sobre a autora
Fernanda Helane Oliveira Saads nasceu em 24 de maio de 1981,
em João Pessoa (PB). É formada em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Paraíba. Considera chick-lit o gênero literário mais alegre e, por isso, resolveu escrever "Do Seu Lado", um romance que vai deixar os leitores com um sorriso no rosto. É também autora de As Confissões de Laura Lucy e, além de escrever, trabalha na área financeira. Atualmente, mora em João Pessoa com o marido e a filha.

[RESENHA] "Anjos à Mesa", de Debbie Macomber

Sinopse: Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável - especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de um de ano da Times Square. 

Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por "acidente", Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? 

Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal..

Título: Anjos à Mesa 
Autora: Debbie Macomber 
Ed. Novo Conceito | 2013 | Brochura | 219 páginas
Clique aqui para ler um trecho
Clique aqui para comprar

Trecho: 

Resenha: Sabe aquelas épocas da vida em que as coisas estão bastante atribuladas, até mesmo tristes, e você precisa de uma distração? Algo que te faça rir, aquecer o seu coração, focar-se nas coisas boas? Da próxima vez em que você se sentir assim, eu sugiro que leia este livro. 

Debbie Macomber, a autora, criou há algum tempo três atrapalhadas "anjas" (no livro chamadas de "Embaixadoras da Oração"): Shirley, Goodness e Mercy, agora com um aprendiz de anjo Will. E logo no começo do livro, ela já explica não apenas a origem do nome dos anjos, mas o porquê de ter adicionado Will à parceria: 

Este livro é especial porque nele apresento um novo anjo, cujo nome é Will. Sua criação resulta de uma carta recebida de uma leitora há muitos anos. Rose Williamson sugeriu-me um anjo chamado Will. Eu me lembro de ter franzido a testa quando li a carta pensando: 'Por que dar a vida a um novo anjo, e por que ele se chamaria Will'. Ao continuar lendo a carta, Rose explicou: 'Visto que você criou os anjos com base no versículo da Bíblia do Salmo 23 que diz 'Surely, goodness and mercy will follow you...'. Imediatamente, Will, um aprendiz de anjo, nasceu na minha mente graças a essa perspicaz leitora que compartilhou comigo uma ótima ideia". 

O versículo do Salmo 23 diz "Bondade e misericórdia certamente o seguirão". Para quem não sabe bulhufas de inglês, "Surely" (certamente), tem uma pronúncia muito parecida com "Shirley". Goodness (bondade) e Mercy (misericórdia) não tiveram alterações, mas "Will", apelido de William, nome inglês muito comum, também é uma palavra usada para expressar o futuro. 

Não é lindo? 

Bem, o livro começa com Shirley, Goodness e Mercy mostrando a Will, de longe, a Terra. É véspera de Ano Novo e eles estão sorrateiramente observando a Times Square em New York, já que as três estavam proibidas pelo Arcanjo Gabriel de se aproximar do nosso planeta devido a algumas intervenções atrapalhadas que as três fizeram no passado, retratados em uma série de livros sem títulos aqui no Brasil.

Mas elas não demoram muito a justificarem a si mesmas que ir até a Times Square poderia fazer bem a Will e os quatro acabam se misturando aos humanos e se perdendo uns dos outros. Durante a confusão da virada do Ano, Will vê um jovem rapaz e uma jovem moça de costas um para o outro, mas que têm tudo em comum. Sem pestanejar, dá um jeito de Lucie e Aren se trombarem e os dois desconhecidos, acabam trocando o tradicional beijo de Ano Novo. Shirley, Goodness e Mercy observam horrorizadas o que Will fez e o levam de volta para o céu, mas sem deixar de observar Lucie e Aren.

O beijo levou o casal até um restaurante, onde ficaram conversando até quase de manhã. E o amor foi quase que instantâneo. Porém, é um momento delicado na vida de Lucie e ela não pode se envolver em um romance. Então, Aren propõe um acordo: dar a ela sete dias para pensar. Se decidir tentar engatar o romance, Lucie deverá aparecer no topo do Empire State Building às 16h do dia 08 de janeiro. Se não for, Aren entenderá que ela não gostaria mais de vê-lo...

Se Lucie foi até o Empire State Building ou não, vou deixar no suspense, vocês terão que ler o livro! E eu tenho certeza de que não se arrependerão. 

A história, como podem ver, é um romance doce e já podemos inferir o final apenas lendo o primeiro capítulo. Portanto, não espere grandes surpresas e reviravoltas. Espere as surpresas ao redor de Shirley, Goodness, Mercy e Will... Afinal, o Arcanjo Gabriel descobre o que os quatro fizeram e os mandam consertar a bagunça aqui na Terra, já que eles atrapalharam os planos de Deus: Lucie e Aren só deveriam se conhecer dali a um ano! E os quatro, apesar de tão bondosos e cheios de boas vontades não são anjos exatamente obedientes e sensatos. Ao contrário, são bastante atrapalhados, desengonçados e seu coração puro não consegue fazê-los não se meter na vida dos humanos. Eles conseguem arrancar algumas boas risadas e umas caras chocadas com tamanha falta de noção. 

Lucie e Aren... Impossível não se apaixonar por eles. Lucie Ferrara é uma chef de cozinha que está prestes a abrir seu próprio restaurante com a mãe, chamado de "Encantos Divinos" (sugestivo, não?). Ela se sente profundamente pressionada a fazer o negócio dar certo, já que Wendy, sua mãe, investiu nela todo o dinheiro do seguro que o pai deixou ao falecer. É uma moça boa, com bom coração e grandes intenções.

Aren... Ele acabou de se mudar para New York após seu divórcio doloroso. Preferiu ficar perto da irmã Josie, sua grande amiga e confidente, a fim de tentar curar o coração partido. Aren é jornalista e foi convidado a escrever resenhas de restaurantes para um jornal importante na cidade. É um rapaz bom, porém, bastante magoado com a vida, que está tentando se manter de pé. 

Então, é isso. "Anjos à Mesa" é um romance doce, com uma boa dose de comédia. Uma história pura, que te deixa mais leve a cada linha que lê, torcendo para que tudo aquilo seja real. Ao menos eu desejei, do fundo do coração, que existam anjos por aí como Shirley, Goodness, Mercy e Will

Até a próxima! (Stef Rhoden)

>>> Sobre a autora
Debbie Macomber é uma das escritoras mais populares da atualidade. A autora é disléxica e cursou apenas o Ensino Médio. Estava tão determinada a ser escritora que encontrou tempo livre para trabalhar no desenvolvimento de seus primeiros manuscritos e chegou até a alugar uma máquina de escrever para suas primeiras linhas. Macomber traz vida aos temas de relações de família, comunidade e amizades duradouras, enchendo seus leitores com sentimentos de amor e esperança. A autora já tem mais de 100 livros escritos. Sete de seus romances chegaram ao primeiro lugar da lista de mais vendidos do The New York Times - com três deles estreando em primeiro lugar nas listas do The New York Times, do USA Today e do Publishers Weekly. Debbie vendeu mais de 160 milhões de cópias de seus livros em todo o mundo. Além de seus romances mais vendidos, a escritora possui seu próprio salão de chá, o Victorian Rose Tea Room. Ela e seu marido, Wayne, foram recentemente nomeados porta-vozes internacionais do World Vision por suas iniciativas de ajudas às crianças carentes.

[DIVULGAIL] Evento GRATUITO comemora Dia do Quadrinho Nacional no RJ

Para quem estava aguardando ansiosamente por um novo evento relacionado às histórias em quadrinhos no Rio de Janeiro, SEUS PROBLEMAS ACABARAM!

No próximo dia 1º de Fevereiro, à partir das 18h, rolará o evento "Agáquês - Rock + Quadrinhos Independentes", que acontecerá no Sobrado da Boemia (Pça. São Salvador / RJ - próximo à estação de metrô Largo do Machado).


Na programação, teremos a palestra "O Quadrinho Brasileiro: Ontem, Hoje e Amanhã" com os autores Octávio Aragão (Intempol, Reis de Todos os Mundos Possíveis), Carlos Patati (Almanaque dos Quadrinhos), Denis Mello (Beladona - Petisco Webcomics, Mônica(s)), Pacha Urbano (As Traumáticas Aventuras do Filho do Freud), Hamilton Kabuna (programa webradio Abordagem Nerd) - que terá a mediação de Ana Recalde (Beladona - Petisco Webcomics), exposições (Heróis do Quadrinho Nacional e Independentes), "desenhaço" (vários artistas fazendo uma história em quadrinhos em conjunto ao vivo!), stands e ensaios abertos com Luiz Lopez e as bandas Luvbangs e iO!

Mais um detalhe: o evento é GRATUITO! Espalhe a notícia!!!

Para maiores detalhes, clique aqui!

[AIL NEWS] Assista AGORA o trailer LEGENDADO do filme "A Culpa é das Estrelas"!!!

Então, você lê um livro muito legal escrito por John Green. Então, você ri muito com todas as situações mostradas na história. Então, você chora muito com os infinitos mostrados na história também. Então, você dá um leve e aliviado sorriso quando termina de ler este livro. Então, você fica sabendo que vai mesmo ser feito um filme baseado neste livro que te fez devorar muitas páginas em pouquíssimos dias. Então, você fica apreensivo (a) por Hollywood nunca tratar bem suas adaptações literárias (O Lado Bom da Vida, alguém?).


Mas, então... Você assiste o trailer daquele filme baseado no livro que você adora e... Bem, tirando um detalhe ou outro, tá bem fiel, OK? OK.

Dá só uma olhada:

Fonte: Fox Film do Brasil

[RESENHA] "A Cidade dos Segredos" de Sasha Gould


Sinopse: Laura foi enviada para o convento logo depois da morte de sua mãe. Passa a maior parte dos dias em silêncio, e, apesar de ser tolerante e obediente, no fundo da alma não consegue aceitar a ideia de viver ali para sempre. Uma noite, sem maiores explicações, Laura é informada de que seu pai a quer de volta em casa. Feliz da vida, ela começa a se preparar para rever sua irmã mais velha, Beatrice, que há algum tempo deixou de responder suas cartas. O que ela jamais imaginava era chegar durante o velório de Beatrice, que morreu em uma situação inexplicável. Agora, o pai de Laura ordena que ela se case com Vincenzo, noivo de Beatrice, um homem muito mais velho e de aparência repugnante. A sociedade Segreta faz um pacto com Laura e promete ajudá-la a se livrar de Vincenzo – e a descobrir quem matou Beatrice. Sem alternativas, Laura é obrigada a depositar todas as suas esperanças nas mãos dessas mulheres enigmáticas. Mas até que ponto se pode confiar na palavra de alguém?

Ficha Técnica
Título Nacional: A Cidade dos Segredos
Título Original: Cross my Heart
Autor(es): Sasha Gould
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Volume: 01
Número de páginas: 253

Por Mac Batista
"Elas me chamam de La Muta - A Muda. Não que eu não tenha muito a dizer; o fato é que, na maior parte do tempo, guardo as coisas comigo" - Pág. 7

Resenha: Sabe quando você é atraído por livro seja pela sua sinopse interessante ou pela bela capa ou as duas coisas?! Sabe aquele momento em que você percebe que a trama do livro tem tudo a ver com o seu gosto literário e você não pode ficar nem mais um minuto sem lê-lo?! Então, foi exatamente assim que me senti quando recebi o livro "A Cidade dos Segredos", da Editora Nova Conceito, para análise crítica. Eu tinha separado outro livro para leitura, mas não resisti ao "canto da sereia" e devorei este livro em poucos dias. Óbvio que tive surpresas boas e ruins no decorrer da leitura. No entanto, estes fatos são relevantes perto da trama instigante.

Neste livro, o leitor se depara com a história de Laura, uma adolescente de 16 anos que vivi há seis anos em um convento, desde a morte de sua mãe. Seus dias no "novo lar" são monótonos e rígidos, devido as regras do local. Os únicos momentos felizes são quando ela recebe as cartas de sua irmã mais velha, Beatrice. No entanto, quando está prestes a ser crismada e se tornar uma "noiva de Cristo", Laura recebe a notícia que deixar o convento para nunca mais voltar. Laura se sente como um pássaro preso numa gaiola que  - de uma hora para outra - ganhou a liberdade.


"O sentimento  de perda é uma serpente negra que se move dentro de mim; ela se mantém enrolada ali, à espreita, poderosa. Acho que nunca mais me deixará."

Capa em Inglês
Chegando no palácio de sua família, Laura recebe a pior notícia de sua vida: sua irmã, Beatrice, a melhor nadadora de Veneza, morreu afogada. Laura não aceita - a morte da irmã, menos ainda tal circunstância. No entanto, ela não tem muito tempo para assimilar os fatos, pois recebe de seu pai a difícil missão de assumir - no lugar de sua irmã - o noivado com Vincenzo. Para piorar sua situação, Vincenzo não é o noivo que uma jovem da idade de Laura sonha em ter. Ele tem idade e físico de um tataravô. Não preciso dizer que Laura praticamente surta, né?! Mas como ela vive em uma sociedade em que casamentos entre mulheres jovens e homens "maduros" são arranjados com a mesma facilidade e reticência que as pessoas tendem a falar das vidas alheias, ela "aceita" a se casar com Vincenzo.

Óbvio que toda vez que Laura se enconta com seu futuro marido, ela sente o repudia. No entanto, esta atitude a deixa numa situação mais delicada ainda. E quando Laura está prestes a perder as esperanças, ela conhece a sociedade "Segreta". Movida pelo desejo de se livrar de Vincenzo e pela angústia em descobrir toda a verdade em torno da morte de Beatrice, Laura aceita fazer parte da "Segreta". E é neste momento em que acontece. Ela se vê livre de Vincenzo e - a cada dia - envolvida em novas conspirações. E, por mais que tente, não consegue se livrar da "Segreta", ao mesmo tempo, em que descobre o verdadeiro sentido da palavra "amor".

Ponto positivo: a história é boa e envolvente e possui personagens cativantes e é bem escrita e desenvolvida. A capa e a diagramação do livro estão perfeitos. Mais uma vez, ponto para a Editora Novo Conceito! Laura é uma personagem que começa apagadinha, mas, ao decorrer da história, ganha vida e força para lutar contra tudo e todos que cruzam o seu caminho. Outro fator interessante, mas que pode passar desapercebido por muitos leitores, é a condição da mulher dentro da sociedade em que vive (não tendo nenhum outro "papel" a não ser obedecer ao homem em todos os patamares de sua "vida").

Ponto negativo: a história demora um pouco para "empolgar" e quando isto acontece... FIM. Giacomo/Roberto merecia um maior destaque também.

Em "A Cidade dos Segredos", o leitor encontrará uma trama cheia de mistérios, intrigas, conspirações, assassinatos, disputas pelo poder, vingança em nome da honra e a descoberta do mais puro e belo amor. E é claro tudo isso ambientado na antiga e inebriante Veneza. Acredito seja uma boa indicação para os amantes de romances clássicos-históricos.


Descobri pesquisando aqui e ali que a sequência do livro "A Cidade dos Segredos" é "Heart of Glass", sem título em Português nem previsão de lançamento no Brasil.


Sobre  a autora: Sasha Gould viveu em Veneza até os nove anos, quando se mudou para Londres. É apaixonada por ópera, balé e comédias românticas. 

Ainda vive na Inglaterra, com seu gato, e escreve sobre Veneza, a bela e misteriosa cidade que ela conhece tão bem e ama tanto.

[RESENHA] "A Casa do Céu", de Amanda Lindhout & Sara Corbett

Sinopse: Quando criança, Amanda escapava de um lar violento folheando as páginas da revista National Geographic e imaginando-se em lugares exóticos. Aos dezenove anos, trabalhando como garçonete, ela começou a economizar o dinheiro das gorjetas para viajar pelo mundo. Na tentativa de compreendê-lo e dar sentido à vida, viajou como mochileira pela América Latina, Laos, Bangladesh e Índia. Encorajada por suas experiências, acabou indo também ao Sudão, Síria e Paquistão. Em países castigados pela guerra, como o Afeganistão e o Iraque, ela iniciou uma carreira como repórter de televisão. Até que, em agosto de 2008, viajou para a Somália — “o país mais perigoso do mundo”. No quarto dia, ela foi sequestrada por um grupo de homens mascarados em uma estrada de terra. Mantida em cativeiro por 460 dias, Amanda converteu-se ao islamismo como tática de sobrevivência, recebeu “;lições sobre como ser uma boa esposa”; e se arriscou em uma fuga audaciosa. Ocupando uma série de casas abandonadas no meio do deserto, ela sobreviveu através de suas lembranças — cada um dos detalhes do mundo em que vivia antes do cativeiro —, arquitetando estratégias, criando forças e esperança. Nos momentos de maior desespero, ela visitava uma casa no céu, muito acima da mulher aprisionada com correntes, no escuro e que sofria com as torturas que lhe eram impostas. De maneira vívida e cheia de suspense, escrito como um excepcional romance, 'A Casa do Céu' é a história íntima e dramática de uma jovem intrépida e de sua busca por compaixão em meio a uma adversidade inimaginável.

Título: A Casa do Céu
Autoras: Amanda Lindhout & Sara Corbett
Ed. Novo Conceito | 448 páginas | 2013 | Suspense
(baseado numa história real)
Clique aqui para ler a prévia
Clique aqui para comprar


Resenha: O que você, leitora, faria se fosse mantida em cativeiro durante 15 meses? Se fosse discriminada pelo simples fato de ser mulher, considerada inferior pela cultura de um país? Se fosse constantemente torturada e estuprada? São essas dúvidas e incertezas que te acompanham durante praticamente toda a leitura de A Casa do Céu.

Quando peguei o livro, junto com outros dois, decidi deixá-lo por ultimo, imaginando que seria a trama que eu menos gostaria. Pensei: "vai ser uma narração cansativa, sem muito diálogos. Não vou gostar!".

E fui surpreendida! Gostei muito pois é um livro que causa uma grande angústia por ser narrado em primeira pessoa e por ter descrições claras, diretas e muito objetivas, onde os leitores se deparam com a capacidade do ser humano de ser cruel... É uma historia chocante, forte, impactante, que nos comove.

Um turbilhão de sentimentos passou por mim enquanto lia: fiquei triste, revoltada, tive raiva, ódio, medo... e esperança!

Em agosto de 2008, Amanda viajou à Somália - também conhecido como o lugar mais perigoso do mundo -, com a intenção de fazer uma reportagem. Ela, seu ex-namorado, um tradutor e um guia foram conhecer um campo de refugiados mantido por uma médica humanitária. Mas nem conseguiram chegar ao destino. Foram todos, junto com o motorista do carro, sequestrados no meio do caminho.

Ao acompanhar os dias de prisão de Amanda, mergulhei num universo totalmente diferente. Um universo que gira em torno da fé de uma religião. E fui consumida por uma tristeza tamanha que me fez pensar que, talvez, a humanidade realmente seja um caso perdido... Atitudes justificadas em nome de uma fé e de um Deus que provavelmente reprova todas elas!

Amanda foi vítima de surras, espancamentos e estupros. Viveu um verdadeiro inferno enquanto esteve presa.

Senti mãos no meu corpo. Minha camiseta foi rasgada e arrancada. Eu me contorcia e recuava, tentando me esquivar das mãos, mas elas simplesmente vinham de novos os ângulos. Alguém acertou outro golpe na minha cabeça. Eu estava tonta. Senti o vômito me subir pela garganta. Senti as pernas fraquejarem. Havia outras vozes no quarto. Mais pessoas, falando somali. Ouvi Mohammed, e Yusuf.. O quarto pareceu se encher repentinamente, adensando-se com energia masculina. Ouvi a voz de Hassam, o jovem meigo rapaz do mercado, e isso, mais que qualquer coisa, fez meu espirito se estraçalhar. Pensei: Até ele? Não pode ser.


A força e a coragem da Amanda é incrível: pensou em desistir e se matar, mas nunca realmente tentou.
Enfrentou o medo, passou fome, foi humilhada, passava noites em claro por medo do que poderia lhe acontecer enquanto dormia, teve vários problemas de saúde no decorrer do cárcere e várias outras dificuldades que só lendo para saber...

Conheci, através deste livro, o fundamento de uma cultura totalmente diferente da que vivemos e entendi um pouco mais do islamismo e do Alcorão. Consegui entender o ponto de vista deles - não concordo, mas entendo!

Amanda, em certo ponto, promete a si mesma que ao sair dali se tornaria uma pessoa melhor e ajudaria a quem precisasse. E cumpriu a promessa pois em 2010 fundou a Lindhout Fundação Global Enriquecimento para criar mais oportunidades na Somália, oferecendo bolsas de estudos universitários às mulheres.

É um bom livro. Eu realmente recomendo. Não é cansativo. É muito bem escrito! O leitor acaba por ver a vida, as pessoas e tudo que possui com outros olhos. Além de aprender a dar valor às pequenas coisas... (Renatinha Santos)

[AILNEWS] Atriz de Avatar é escolhida para estrelar série com O Bebê de Rosemary

A atriz Zoe Saldana, conhecida por ter estrelado Avatar, vai viver outro papel icônico, mas desta vez na televisão. Ela será a protagonista da adaptação do canal NBC para O Bebê de Rosemary. _


 De acordo com o site Entertainment Weekly, a atriz vai estrelar uma minissérie de quatro horas de duração baseada no livro de Ira Levin publicado em 1967, e que deu origem ao famoso filme de terror protagonizado por Mia Farrow. _
Como o romance original, a versão da NBC vai se passar na Europa, e não em Nova York, locação do primeiro longa, entre outras diferenças na trama. Ainda não há previsão, no entanto, de quando a produção deve ir ao ar na emissora norte-americana.

[AILNEWS] Sam Worthington e Zoe Saldana voltam para continuações de Avatar

As três próximas sequências de Avatar já estão garantidas, mas seus protagonistas ainda precisavam assinar o contrato para os filmes dirigidos mais uma vez por James Cameron. Pois Sam Worthington e Zoe Saldana decidiram reprisar seus papeis.


_
A ideia é lançar as sequências em dezembro de 2016, 2017 e 2018. Sam deve viver mais uma vez Jake Sully, o soldado de cadeira de rodas que consegue comandar um exército em Pandora para livrar o povo Na’vi da dominação humana. Zoe faz seu par romântico no filme, uma jovem nativa chamada Neytiri.

  _
Caso a aventura 3D não tenha sido suficiente para convencer os atores, certamente os valores envolvidos não atrapalhou. O primeiro filme da saga, lançado em 2009, arrecadou 2,8 bilhões de dólares ao redor do mundo. 

[AILNEWS] Meu Malvado Favorito 3 e novo filme do Grinch ganham data de estreia

A Universal Pictures anunciou que irá lançar Meu Malvado Favorito 3 e um novo filme do Grinch em 2017. 




 Enquanto o encanto do mal humorado Gru e seus Minions fizeram sucesso mais recentemente com o primeiro e o segundo filme de 2010 e 2013 respectivamente, o filme estrelado por Jim Carrey já completou 17 anos de seu lançamento.

revistamonet.globo.com
Leia também:



revistamonet.globo.com

Enquanto a animação chegará aos cinemas em junho de 2017, o filme em live action deve estrear apenas em novembro do mesmo ano. Ainda não há detalhes das tramas nem nomes do elenco.

revistamonet.globo.com

[AILNEWS] Remake de Poltergeist ganha data de estreia!

Os estúdios Fox anunciaram a data de estreia do remake de Poltergeist – o longa-metragem chega às telas em 13 de fevereiro de 2015.
 _
A data, logo antes do Dia dos Namorados norte-americano, comemorado no dia seguinte, coincide com uma das maiores estreias do primeiro semestre do próximo ano – Cinquenta Tons de Cinza, produzido pela Universal Pictures.
_



No mesmo final de semana, um terceiro filme já está confirmado, mas para um público bem diferente dos outros dois: a animação Bob Esponja 2.

 _
A Fox, aliás, havia programado para esta data a estreia de Uma Longa Jornada, romance baseado em um livro de Nicholas Sparks. Mas julgou Poltergeist um concorrente melhor para o filme Cinquenta Tons de Cinza, já que os dois devem alcançar públicos diferentes.

 _
O remake de terror, cujo original data de 1982, será produzido por Sam Raimi, e dirigido por Gil Kenan, com Sam Rockwell, Rosemarie DeWitt e Jared Harris no elenco.

[AILNEWS] Confiram a lista dos indicados para o OSCAR 2014!

Concorrentes foram anunciados na manhã desta quinta-feira (16). Cerimônia de entrega acontece no dia 2 de março, em Los Angeles.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou na manhã desta quinta-feira (16) os indicados ao Oscar 2014. A cerimônia de entrega acontece no dia 2 de março, em Los Angeles. A lista foi divulgada por Chris Hemsworth, astro do blockbuster "Thor".

O longa brasileiro inscrito para concorrer ao prêmio de melhor filme em língua estrangeira, "O som ao redor", de Kléber Mendonça Filho, já está fora da disputa desde o dia 20 de dezembro, quando foi divulgada uma lista de nove pré-selecionados para a categoria.

 Veja abaixo a lista de indicados ao Oscar 2014:


Filme
"12 anos de escravidão"
"Gravidade"
"Trapaça"
"Capitão Phillips"
"Clube de compras Dallas"
"Ela"
"Nebraska"
"Philomena"
"O lobo de Wall Street"

Diretor
Alfonso Cuarón, de "Gravidade"
Martin Scorsese, de "O lobo de Wall Street"
Steve McQueen, de "12 anos de escravidão"
Alexander Payne, de "Nebraska"
David O. Russell, de "Trapaça"

Ator
Christian Bale, de "Trapaça"
Bruce Dern, de "Nebraska"
Leonardo DiCaprio, de "O lobo de Wall Street"
Chiwetel Ejiofor, de "12 anos de escravidão"
Matthew McConaughey, de "Clube de compras Dallas"

Atriz
Cate Blanchett, de "Blue Jasmine"
Sandra Bullock, de "Gravidade"
Judi Dench, de "Philomena"
Amy Adams, de "Trapaça"
Meryl Streep, de "Álbum de família"

Ator coadjuvante
Barkhad Abdi, de "Capitão Phillips"
Bradley Cooper, de "Trapaça"
Michael Fassbender, de "12 anos de escravidão"
Jared Leto, de "Clube de compras Dallas"
Jonah Hill, de "O lobo de Wall Street"

Atriz coadjuvante
Sally Hawkins, de "Blue Jasmine"
Jennifer Lawrence, de "Trapaça"
Lupita Nyong'o, de "12 anos de escravidão"
Julia Roberts, de "Álbum de família"
June Squibb, de "Nebraska"

Filme estrangeiro
"Alabama Monroe" (Bélgica)
"A Grande Beleza" (Itália)
"A caça" (Dinamarca)
"The Missing Picture" (Camboja)
"Omar" (Palestina)

Animação
"Os Croods"
"Ernest & Celestine"
"Frozen: Uma aventura congelante"
"Meu Malvado Favorito 2"
"Vidas ao Vento"

Roteiro adaptado
"Capitão Phillips"
"Antes da Meia-Noite"
"Philomena"
"12 anos de escravidão"
"O lobo de Wall Street"

Roteiro original
"Trapaça"
"Blue Jasmine"
"Clube de Compras Dallas"
"Ela"
"Nebraska"

Documentário em longa-metragem
"The Act of Killing"
"Cutie and the Boxer"
"Dirty Wars"
"The Square"
"20 Feet from Stardom"

Fonte: G1.com

[AILNEWS] Divulgação da lista dos Indicados ao Oscar 2014!

Bom dia, #impressionautas!!!

Notícia de última hora!!!

Acompanhem a partir das 11h15m de hoje a divulgação da lista dos indicados ao Oscar 2014, na TNT!!!





Estamos de dedos cruzados, aguardando ansiosamente pelo resultado!

Equipe AIL

[CINE AIL] "Tarzan 3D - A Evolução da Lenda", de Reinhard Klooss


Sinopse: Tarzan e Jane Porter encaram um exército mercenário contratado pelo Presidente da Greystoke Energies, um homem que assumiu a companhia fundada pelos pais de Tarzan, após a sua morte em um acidente de avião.

Título: Tarzan 3D - A Evolução da Lenda
Data de Lançamento: 17/01/2014
Distribuidor: Imagem Filmes
Diretor: Reinhard Klooss
Roteiro: Reinhard Klooss, Jessica Postigo, Yoni Brenner (baseado no clássico de Edgar Rice Burroughs)
Elenco Internacional: Kellan Lutz, Robert Capron, Spencer Locke
Elenco Nacional: Débora Nascimento, José Loreto
Gênero: Animação, Ação, Aventura
Resenha: Quem não conhece o Tarzan que atire a primeira... banana.

Um dos mais memoráveis heróis de todos os tempos, Tarzan foi criado por Edgar Rice Burroughs que escreveu suas primeiras histórias no início da década de 10, e as publicou na revista All-Story Magazine em 1912. A compilação destas histórias acabou indo parar nas livrarias dois anos depois. Lógico que não tardou para o homem-macaco ir parar nos cinemas, sendo interpretado pela primeira vez por Elmo Lincoln no filme do diretor Scott Sidney, Tarzan, O Homem Macaco, de 1918.

Após 47 filmes, algumas séries de TV e os horrorosos longas animados da Disney, o herói ressurge (exatamente 100 anos após a publicação do primeiro livro) no cinema, desta vez em uma animação em 3D.

Nesta nova versão, a origem de Tarzan é bem diferente daquela a que estamos acostumados. Ao invés de ser o herdeiro do título de Lorde Greystoke, descendente de uma família tradicional da aristocracia inglesa, J.J. Greystoke (o nome original do personagem é John Clayton III) é oriundo de Nova York e sua família, os Greystoke, dão nome à uma companhia exploradora de energia. O menino acaba se perdendo na selva africana após um acidente aéreo que vitimou seus pais e o piloto do helicóptero. Ele acaba sendo adotado por uma gorila, tornando-se Tarzan (nome que ele mesmo inventou) e se auto-intitula "Rei da Selva".

"O que incomoda é que o resultado é sofrível. Tarzan 3D não passa de um filmeco piegas, com algumas citações à outras adaptações." (Marlo George)

A trama tenta atualizar a história original tratando do tema da exploração irresponsável de recursos naturais. Acredito que, hoje em dia, poucos serão aqueles que irão se incomodar com o fato dos roteiristas terem simplesmente deturpado os contos de Burroughs, no intuito de criar um filme engajado. O que incomoda é que o resultado é sofrível. Tarzan 3D não passa de um filmeco piegas, com algumas citações à outras adaptações (o icônico grito da série de TV e uma sequência à la Tarzan skatista da Disney, estão lá).

O roteiro é bobinho, mas deve agradar crianças entre os seis e onze anos de idade. Portanto, se tiver crianças em casa, pode enfiar este Tarzan ianque goela abaixo que elas engolem.
Tarzan, Jane e a macacada reunida.
A animação é quase competente e já me parece datada. Os Incríveis, de Brad Bird, é muito superior no quesito em questão e foi lançado dez anos atrás. A movimentação dos personagens, exceto os macacos que estão legais, é desengonçada. Iradas estão as sequências em que o Tarzan pula de árvore em árvore, mas até nisto não vi muita novidade. Não é nada além do que já vimos na trilogia Homem-Aranha, de Sam Raimi. Também não curti muito o character design dos mesmos. Alguns deles, como por exemplo o pai de Jane Porter ou o gordinho ruivo, não parecem pertencer ao mesmo mundo que os outros, como naquele game Kingdom Hearts, em que personagens da Disney coexistem com outros de games variados. Outro pecado cometido é o rosto dos atores virtuais. A Jane parece um boneco de ventríloquo. Ela fica sorrindo o tempo todo, até quando está em perigo. Já a versão mirim do J.J. lembra demais o Glen (ou Glenda) do filme O Filho de Chucky, e isto não é legal.
— Não sou esquisito... Me desenharam assim!
Bonitos e bem resolvidos são os cenários. Realmente caprichado e bem imersivo.

A edição de som é regular e isto é mascarado (acho que propositadamente) pela trilha sonora que está alta demais. A trilha sonora permeia todo o filme, tornando-se enjoativa. Para piorar, em certo momento ela deixa de ser épica e se torna eletrônica, encaixando descabidamente a canção Paradise,da banda Coldplay, na cena em que Jane e Tarzan nadam em um rio. Se a experiência de assistir este filme já estava sendo ruim, nesta hora ficou quase insuportável.
As paisagens magníficas não compensam o roteiro raso.
Assisti a versão dublada do filme, com José Loreto e Débora Nascimento nos papéis principais. Não gosto, mesmo, deste lance marqueteiro de colocar atores de novela (e outras celebridades)  para dublar filmes infantis. Isso raramente dá certo, até porque muitos deles não tem experiência no mister e acabam prejudicando a produção. Neste caso, isto não aconteceu. O casal está legal, mérito deles e da direção de dublagem.

Tarzan 3D não é, e nem pretende ser, a melhor adaptação do Rei das Selvas para o cinema. É uma produção direcionada ao público infantil, que possivelmente irá passar batida e logo será esquecida.

Marlo George, assistiu, escreveu e por pouco não desistiu de tudo, para ir morar com as macacas em um lugar bem ermo após assistir esta animação.

[DIVULGAIL] Exposição "Aquarela Paulistana" homenageia aniversário de São Paulo!

O artista plástico Carlinhos Muller estará expondo ilustrações e quadros diversos, onde pintou pontos inusitados de São Paulo em homenagem aos seus 460 anos.

A exposição chama-se "Aquarela Paulistana" e acontecerá a partir do dia 25/01/2014, na Casa da Fazenda.


Serviço:
"Aquarela Paulistana", de Carlinhos Muller
Local: Casa da Fazenda - Av. Morumbi, 5594 - São Paulo / SP 05650-001 

Vernissage: 25/01/2014 - das 14:00 às 17:00hs

Visitação: 28/01 à 10/02 - 3ªs a sábado das 14 às 20hs
Cartaz oficial do evento



[RESENHA] "Olho por olho", de Jenny Han e Siobhan Vivian



Sinopse: Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena… Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho… No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos. Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!

Ficha Técnica 
Título Nacional: Olho por Olho
Título Original: Burn for Burn
Autor(es): Jenny Han e Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Série: Burn for Burn (Olho por Olho)
Volume: 01
Número de páginas: 319


Resenha: Confesso que levei alguns meses para ter este livro em mãos, devido as outras leituras "obrigatórias". Logo pela sinopse, vocês percebem que este romance aborda a questão do "bullying" e todas as suas consequências. Isto vale para os que o praticam e também para os que são alvos desta "brincadeira" nem um pouco engraçada.

Logo nas primeiras páginas, somos apresentados às protagonistas da história: Kat, Lilian e Mary. Kat tem 18 anos e quando era criança perdeu sua mãe. Vem de uma família não muito abastada e, por este motivo, desde cedo teve que trabalhar para juntar dinheiro e custear sua faculdade. Lilian tem 17 anos e é a típica riquinha, líder de torcida e só anda com os populares da escola. Mary tem 18 anos, viveu a maior parte de sua vida na Ilha Jar e, após uma incidente, mudou-se para a capital.

Cada uma possui seu próprio estilo de vida e percebem, com o passar do tempo, que possuem algo em comum: elas foram vítimas de bullying. E a situação fica mais interessante para elas, quando percebem que as pessoas responsáveis por seus sofrimentos estão mais próximas de seu círculo de amizade do que elas poderiam imaginar.

Dar-se, então, início a vingança. Elas arquitetam minunciosamente como irão se vingar de seus algozes. E não param enquanto não alcançam seus objetivos. Nem tudo o que elas fazem é justificável, mas... devidamente aceitável!

Ponto positivo: aborda o tema "bullying" e suas sequelas, conhecido por muitos nos dias atuais. O consumo de drogas, bebidas alcoólicas e, até mesmo, o suicídio. Os personagens não são do tipo "cativantes", mas conseguem convencer naquilo que lhes é proposto, em termos de composição. E, também, não poderia deixar de ressaltar a diagramação do livro que está perfeita... Novamente, a Editora Novo Conceito fez tudo na medida certa! 

Ponto negativo: o tema, assim como as dialéticas dos personagens centrais e secundários, deveria ser melhor desenvolvido. É um assunto com um leque de informações que poderia enriquecer ainda mais a história. Acho que faltou um pouco mais de pesquisa e aprofundamento por parte das autoras. O que me leva, mais uma vez, a bater na tecla "autoria compartilhada", pois é preciso muita afinidade entre os autores para que a escrita e, consequentemente, a história não sejam prejudicadas. A fluidez da narrativa também ficou um pouco truncada, pois a cada capítulo a história era narrada por uma das meninas. Confesso que, às vezes, não sabia de quem era o ponto de vista e tinha que prestar mais atenção do que o habitual para distinguir uma da outra.

Enfim, "Olho por Olho" é o primeiro livro da série que leva o mesmo nome. É do tipo de leitura que agrada mais aos leitores descompromissados, que buscam algumas horas de distração. Portanto, recomendo. 

Já estou com o livro "Dente por Dente"que é a continuação de "Olho por Olho". No entanto, como tenho outros leituras na frente, provavelmente, a resenha do segundo volume vai demorar um pouquinho.

Bjins e inté!!! ^.^ (Mac Batista)


Jenny (esq.) / Siobhan (dir.)


Sobre as autoras
Jenny Han é autora best-seller do The New York Times e tem mestrado em Escrita Criativa pela New School.  E Siobhan Vivian é graduada em Escrita para Filmes e Televisão. Atualmente, é professora na Universidade de PittsburghÉ autora também de "Não sou este tipo de garota" e "Conselho de amiga". 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...