[RESENHA] "Até Eu Te Encontrar" de Graciela Mayrink

Sinopse: O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta.

Até Eu Te Encontrar, de Graciela Mayrink
Ed. Novo Conceito | 384 páginas | Romance
Leia um trecho do livro | Clique aqui para comprar

 

Resenha: Sempre digo que não acredito muito nestas coisas de "destino", mas sim no quesito "sorte". Também costumo afirmar que nada nesta vida acontece por acaso ou o que é nosso está muito bem guardado... Aonde? Só Deus sabe!

Uma decisão pode, sim, mudar o rumo de vários acontecimentos e, às vezes, fazer com que as pessoas sigam por um caminho sem volta. Por um lado, isso pode ser bom. Pelo outro, não. A única coisa que podemos ter absoluta certeza é que só colhemos aquilo que plantamos
.


E é em meio a essa reflexão que o leitor se depara a ler "Até Eu te Encontrar", da autora - brasileira - Graciela Mayrink. O tema, à princípio, mostrou-se ser muito interessante. E, devido às boas críticas, até então, fiquei tentada a descobrir como a autora sustentaria uma história de amor, tendo como pano de fundo a Cultura Wicca.

“Coincidências não existem. – disse Sônia. O que acontece é que a vida sempre nos leva na direção de certas pessoas.”
Logo de cara digo que o ideal seria construir personagens consistentes, fugir dos clichês e dar um desfecho emocionante à trama. Isto, talvez aumentasse o número de admiradores da obra. Mas, infelizmente, Graciela - por algum motivo que ainda não consegui entender - resolveu fazer exatamente o oposto.

Ao término da leitura, concluí que:

Flávia - a protagonista ruiva - é páreo duro para Bella (Saga Crepúsculo), com suas dialéticas que chegam a ser irritantes, às vezes. Dizem que as ruivas possuem um temperamento forte e explosivo, né?!  Mas isto não se aplica à Flávia que é tão introspectiva que dá vontade de entrar na história  e gritar um "Acorda, garota lesa"! E ela somente faz jus ao cabelo ruivo, nos momentos mais indevidos. Enfim...
Luigi - a alma gêmea de Flávia - é que salva (um pouco) a história. Digo isso porque eu senti mais profundidade neste personagem. E como aconteceu com muitos que acompanharam a saga Crepúsculo, os leitores podem se identificar mais com os personagens masculinos. Porque estes foram mil vezes melhores construídos. 

Os personagens secundários, como Sônia, deveriam ganhar um pouco mais de destaque  com a sua sabedoria e ensinamentos.

O que mais entristece é perceber que a autoria tinha um tema que lhe daria um leque gigantesco de opções para desenvolver a trama, mas optou pelo óbvio, transformando sua obra em mais uma, em meio a tantas outras. Em outras palavras, a história em si não alcançou o potencial que supostamente foi proposto em sua sinopse. E isto é muito decepcionante.

No entanto, o romance em si consegue atingir e convencer somente aquele público que curte uma história despretensiosa, sem grandes reviravoltas. Portanto, recomendo "Até Eu te Encontrar" somente para aqueles que curtem algo assim.

Os demais... bem aí fica a critério de cada um!

Ao término deste livro eu pensei com grande pesar "Aaaah! Que vontade de reler As Brumas de Avalon!"

Bjins e inté! (MAC BATISTA)
Graciela Mayrink, escritora

Sobre a autora


Graciela Mayrink Roldão nasceu no Rio de Janeiro. É formada em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e mestre em Fitopatologia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). De 2002 a 2010 esteve à frente do site de automobilismo “SuperLicença”, foi assessora de imprensa do projeto social “Ideia fixa para um sertão sem fome” e é a idealizadora do projeto “Jovem Curte Ler”, no Rio. "Até Eu te Encontrar" é seu romance de estreia.


Assista ao booktrailer

1 comentários :

  1. Bom, falar que perdi um dia e meio lendo o livro, também seria exagero!
    É um livro até legal. Mas NAO ACONTECE NADA na história.
    Sobre Wicca, não achei que se falou nada demais, somente que o que você faz volta pra você (multiplicado por 3), acho que esta é a regra da vida!
    Aqui se faz, Aqui se paga!!!

    Nem achei a Flavia tão ruim... ela até me convenceu um pouco (bem pouco),
    em compensação o Luigi, coitado, sem maturidade nenhuma!
    Na realidade todas as pessoas que passam por situações trágicas, como os dois passaram, amadurecem mais rápido, e não vi amadurecimento em nenhum dos dois.
    A Carla, achei que o personagem dela foi fraco, mais uma garota mal criada (no sentido de ter tido uma péssima criação) e mimada. O desfecho dela foi um dos piores!
    Quem me convenceu na realidade foi o Felipe, totalmente um jovem universitário que mora em republica. O Mauro e a Lauren também me conquistaram mais que o casal protagonista. Mas ate relevaria isso, se a historia se desenvolvesse... mas isto não aconteceu.
    Quando você pensa nossa agora tudo vai ser explicado ("uma tia que não quer que a sobrinha vá a cidade em que a mãe cresceu, pois ela pode descobrir algo, tá, ela foi e ninguém falou nada demais." "Agora ela vai decidir seguir a família e mergulhar de vez na 'bruxaria' " dentre outras questões mal resolvidas)... e NADA ACONTECE.
    Não temos o prazer de ver o casal lutar juntos, de curtir os dois, de nos apaixonar pela historia deles, de torcer por eles (não, pra que os leitores tem de torcer pelo casal, né?). Em vez disso vem uma passagem de tempo do nada e... acaba o livro!

    Sinceramente, DECEPCIONANTE.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...