[CINEBOOK] "As Aventuras de PI" de Ang Lee


Sinopse: Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais e reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver num bote salva-vidas mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

Resenha: "Acredite no extraordinário"... É com essa frase que o filme dá início à história da vida de Pi. Baseado no bestseller "A vida de Pi" de Yann Martel, acredito que o filme foi um grande desafio para o diretor. Afinal, como contar, em quase duas horas, a história de um menino que sobrevive a um naufrágio, por 227 dias, em alto mar, na companhia de um tigre de bengala?!

Bem é óbvio que foram eliminados todos os perigos que poderiam surgir, utilizando os efeitos especiais em relação ao tigre e só abrindo mão desta técnica nos momentos em que o animal não apresentava nenhuma ameaça. O resultado ficou a contento pois, em momento algum, percebem-se os efeitos especiais utilizados para tais cenas. Um ponto positivo para o filme e também para toda a história.

Outro mérito é a belíssima fotografia. As paisagens são de encher os olhos. As cores tão vívidas, típicas da cultura indiana estão presentes do início ao fim do filme. E isso - para os amantes  perfeccionistas do cinema - é algo imprescindível para que os "nós" fiquem bem amarradinhos, sem exageros... Tudo na medida certa! No entanto, dizer que "As Aventuras de  PI" é apenas um filme com belas paisagens seria óbvio demais e o reduziria a algo banal, o que, com toda certeza, ele não é! 
"A fé é uma casa de muitos quartos" (PI - adulto)
O fato é que a religião é o carro-mestre nesta história. De início nos mostra que uma pessoa é perfeitamente capaz de seguir três religiões diferentes, se assim o desejar. Deixando de lado a crítica indireta de que todas as religiões possam ser, de uma certa forma, iguais, fica nítido o esforço para que, em nenhum momento, as três religiões citadas sejam insultadas. É lindo ver os questionamentos de Pi ainda criança e o fato de decidir ser Hindu, Muçulmano e Cristão por ter certeza que todas elas o completam naquilo que ele mais necessita. E é essa fé que manterá Pi vivo naquilo que se tornará a maior provação de sua vida!

No entanto, o filme somente "deslancha" no momento do naufrágio. Eu não tenho palavras para descrever o quanto foi maravilhoso ver a forma como tudo foi conduzido. Desde os efeitos especiais até o momento em que Pi se encontra perdido num bote, no Oceano Pacífico, na companhia de uma hiena, uma zebra, uma  orangotango "Suco de Laranja" e o temido tigre de bengala "Richard Parker". 

A partir deste momento, a luta pela sobrevivência e a lei do "mais forte" sustenta o filme até o fim. E tudo é baseado em três vertentes: a relação do homem com o animal e, como a mesma pode ser moldada de acordo com as necessidades que surgem; a natureza em si e, o mais importante, a fé. Esses três elementos, aos poucos, conquistam os telespectadores, seja pela beleza de como a história é contada ou pelo desenrolar inesperado. 

Foi legal ver a torcida do público e presenciar as respirações presas de tanta agonia. E, também, não poderiam faltar os tais sustos que arrancaram muitos gritos! Pois é... Eu fui uma das que gritou! E, a todo momento, eu me perguntava "Como ele foi parar aí?!!". Enfim, novamente levando susto com um certo "gatinho" ¬¬ (rss). Confesso que o efeito 3D teve a sua parcela de culpa, causando um impacto maior do que os telespectadores poderiam imaginar!

E quando achei que não, eis que surge - novamente - a questão religiosa a todo vapor, dando um desfecho brilhante em toda trama. E deixando, em todos, uma sensação inquestionável.
"Existem dois finais para esta história...e em qual deles você acredita?!"

"As Aventuras de Pi" surpreende, seja pela diversidade ou pela ousadia. O filme possui uma fotografia deslumbrante - em todos os detalhes, incluindo os efeitos especiais que ajudam a contar os fatos, ao invés de se destacarem sozinhos. No entanto, a grande cartada do filme é a qualidade da história em si. E não poderia deixar de ressaltar a performance de Suraj Sharma - intérprete de Pi adolescente -, que teve carisma e competência o suficiente para segurar a responsabilidade de ser o protagonista! 

Enfim, o filme é hiper-recomendado para toda a família. E, se ainda estão se perguntando "qual filme assistir neste feriado?!"... Eis uma dica!!!

Eu, MAC BATISTA, escolhi este filme a dedos... Confesso que movida pela influência de "As Mil e Uma Noites de Xerazade" ... E, como fã de carteirinha destas histórias, não me arrependi!!! Bjins e inté ^.^

Trailers:



4 comentários :

  1. Estou louco para ver o filme e ler o livro, será uma das metas de 2013. O filme me parece incrível, todo mundo falando super bem dele e sua resenha me deixou com mais vontade ainda.
    ^^

    Bjão!

    http://livronasmaos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Markos, td blz?!
    Eu tb não li o livro...e já o coloquei na minha listinha especial kkkk

    O filme realmente surpreende...eu sou suspeita, né?! Adoro tudo que se diz respeito a tal "magia" e esse filme é mágico...a história em si é mágica!!!

    Portanto, recomendo que vá ao cinema para assisti-lo. Eu não sou fã de 3D...mas esse filme, com certeza, vale muito a pena assistir com esta tecnologia...

    Depois deixe aqui a sua impressão, blz?!

    bjins e inté (MAC BATISTA)

    ResponderExcluir
  3. Cara, assisti o trailer na sessão de "O Hobbit" e até fiquei interessado. Mas assisti o filme e achei tão detestável que larguei nos primeiros 20 minutos. Só tinha feito isso com "Cidade de Deus" e "Carandiru", outros dois filmes execráveis.

    Cruzes...

    Credo!

    ResponderExcluir
  4. Bem, Marlo se você somente assistiu os primeiro 20min de filme..não se pode considerar que você tenha assistido alguma coisa,né?!

    Mesmo pq a história só engata mesmo depois dos 20min...acho que falei isso na resenha...

    Se vc tivesse tido um pouquinho mais de "saco" talvez..
    (digo talvez pq vc é uma pessoa muito difícil de se gostar de alguma coisa...) sua opinião a respeito do filme poderia ser diferente...

    Dá próxima vez experimenta comer a fatia inteira...e não pela metade... #ficadica ;)


    Bjins e inté, Mac Batista.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...