[RESENHA] "A Jurada" de George Dawes Green

Capa Ed. Rocco
Sinopse: Annie Lard é uma escultora que mora em Nova York com seu filho Oliver. Annie é selecionada para ser jurada no julgamento do mafioso Louie Boffano, que é acusado de ordenar o assassinato de Salvador Riggio e seu neto. Isso faz com que seja chantageada pelo pistoleiro psicopata Mark Cordell que a pressiona a votar pela absolvição de Boffano e convencer os demais jurados a fazerem o mesmo, ou a vida de seu filho estará ameaçada.

Resenha: Nunca escondi de ninguém a minha predileção por livros de suspense policial, que envolvam uma boa trama - cheia de reviravoltas - e um desfecho emocionante em que - de uma forma ou de outra - vejo a Justiça sendo feita.

Em "A Jurada", segundo livro de George Dawes Green, o leitor é apresentado a todas essas nuances. Aliás este livro foi considerado - na época de seu lançamento - pela crítica americana, como um Thriller psicológico que prende a atenção do início ao fim. 


Seria um desvario meu dizer que existe um certo charme na loucura?! 

Sim... é verdade!!! E o fato é que Green consegue  manter o leitor petrificado pelo terror apresentado na narrativa e, ao mesmo tempo, faz com que este mesmo leitor se apaixone pelo vilão da história. Sim, temos aqui um antagonista para lá de sedutor. "O professor" este é o seu nome e atração que ele exerce não se deve a sua beleza física, mas sim a sua vivacidade intelectual. E vamos combinar que ler um romance policial, que segue essa linha, realmente é irresistível!!!


"O Professor" é o cara!!! Definitivamente!!! O poder de persuasão deste personagem beira a psicopatia e, em seus loucos devaneios, ele se torna ainda mais apaixonante.  Dialeticamente falando, acredito que é neste momento psicótico que ele transcende de antagonista para protagonista da trama. E ele é um verdadeiro jogador.

E é exatamente isso que a pacada escultora Annie Lard vai descobrir. A vida que Annie leva com seu filho transcorre na mais tranquila e perfeita paz, até que ela é "convidada" a ser jurada no julgamento de um mafioso. Em seguida, ela conhece o professor que tenta - de todas as formas - persuadi-la para que inocente o réu.

E este professor não mede esforços para atingir seu objetivo. Quanto mais Annie resiste as suas investidas, mas ele se empolga com esse joguinho de "gato e rato". E jogar com o psicológico das pessoas é o que ele sabe fazer de melhor. Ele só não contava com fato de Annie ter uma força interior tão grande. Força essa que ela mesma desconhecia. E é nessa força que ela encontra a coragem necessária para enfrentar o "Professor".


Em "A Jurada" o leitor se pega em constante dialética. Ele torce pelo vilão, pelo simples fato de querer saber qual será a próxima jogada do "Professor", como também torce pela protagonista. E vou mais além, dizendo que uma trama assim precisa desse "tempero" onde o mocinho não sobrevive sem um vilão. O primeiro precisa ter destaque, fazer jus ao seu posto. E isso é até legalzinho. Mas para isso acontecer é preciso que por detrás de um grande mocinho exista um grande vilão. Mas e quando o vilão é tão bem construído que deixa o mocinho no chinelo?! Ha-ha... Eu ADORO quando isso acontece, porque faz valer a pena cada linha, página lida.

E é essa sensação que vocês terão ao terminarem a leitura deste romance policial: de que realmente valeu a pena!!! 

Portanto, recomendo... com certeza!!! Mas isso, somente para quem curte o gênero!!!

Bjins e inté (Mac Batista)

Adaptação para o cinema
Poster do filme
FICHA TÉCNICA
Diretor: Brian Gibson
Elenco: Demi Moore, Alec Baldwin, Joseph Gordon-Levitt, Anne Heche, James Gandolfini, Lindsay Crouse, Tony Lo Bianco, Michael Constantine.
Produção: Rob Cowan, Irwin Winkler
Roteiro: Ted Tally, baseado em romance de George Dawes Green
Fotografia: Jamie Anderson
Trilha Sonora: James Newton Howard
Duração: 118 min.
Ano: 1996
País: EUA
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Não definida

Estúdio: Columbia Pictures Corporation



Trailer do filme



0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...