Cinebook#04 - BattleShip: A Batalha dos Mares

Filme: BattleShip - A Batalha dos Mares ("BattleShip", 2012, Universal Pictures)
Direção: Peter Berg
 

Elenco: Taylor Kitsch, Rihanna, Liam Neeson, Alexander Skarsgård, Brooklyn Decker, Tadanobu Asano, Jesse Plemons, Josh Pence.    

Sinopse: Alex Hopper (Taylor Kitsch) é um oficial naval do navio USS John Paul Jones, comandado pelo almirante Shane (Liam Neeson). Alex é noivo de Sam (Brooklyn Decker), filha de Shane, apesar de não ser bem visto por ele. Já em alto mar, eles precisam unir forças com a tripulação do navio USS Samson, comandado pelo irmão mais velho de Alex, Stone (Alexander Skarsgaard), ao encontrar uma força alienígena desconhecida, que ameaça a existência da humanidade. Um grupo de cientistas, comandados por Cal Zapata (Hamish Linklater), e de especialistas em armas, como Cora Raikers (Rihanna), também compõem a equipe. Acompanhando tanto o lado dos humanos quanto o lado dos alienígenas, Battleship apresenta a intensa disputa pelo controle da Terra. 

Resenha: Definitivamente existem filmes que têm aquele ritmo que "não deixa a peteca cair".

Outros que são tão intrigantes que faz sair fumaça da cabeça do telespectador de tanto que ele pensa, tentando acompanhar a trama.

Mas tem àqueles que são feitos, exlcusivamente, para entreter as pessoas. Para alegria ou tristeza de muitos, BattleShip - A Batalha dos Mares se encaixa nesta última categoria. 

Tudo porque o filme é dirigido pelo cineastra Peter Berg (Hankock, 2008) famoso pelo seu toque de humor e exageros na trama. Mas para ser sincera, o público não dará a mínima para navios de guerra, derrapando em "cavalinhos de pau" em pleno mar do Hawai.

Ou com naves espaciais gigantescas, pousando na água com a incrível capacidade de não causar aquela famosa onda gigante...Qual o nome mesmo, hein?! Ah! Sim... A tal Tsunami. Com certeza, uma proeza tecnológica de planetas mais avançados que o nosso. Tenho certeza, também, que ninguém ficará preso a esses detalhes, diante de tantos efeitos especiais dignos da franquia Transformers, iniciado em 2007.

A estréia da cantora Rihanna foi meio "aham ¬¬". A mesma falou meia dúzias de palavras. E, mesmo no meio de várias explosões, ela conseguiu correr pelos navios, sem cair uma vez sequer! Nível de aproveitamento: 100%

E o belo bonezinho "high-hiper-super styler" que ela usou o tempo inteiro?! Este permaneceu em sua linda cabecinha... Sem cair, também!!! o.0.. Caracas... Esse, sim, foi o melhor efeito especial do filme inteiro (rssss)

Brincadeiras à parte...

Se vocês forem ao cinema com a expectativa de encontrar alguma trama consistente neste filme... Podem tirar o cavalinho da chuva!

Pois somente ação, batalha, explosões, corpos voando e navios afundando é o quê vocês assistirão. Afinal, um filme originado de um jogo de tabuleiro... O quê mais poderíamos esperar?

Que pena que os fãs "veteranos" deste jogo não ouvirão, em momento algum, os personagens dizerem: "água"

E ainda tem gente chamando este filme de "Transformers 4"! A-ham... Fazem-me rir, né?! No mínimo, devem ter algum grau de parentesco com Peter Berg.

Fica a dica.

Bjins e inté! (Mac Batista)


12 comentários :

  1. Adorei seus comentários sobre a participação da Rihanna nesse filme, ri muito aqui. Ainda não vi esse filme, na verdade queria e não queria. Agora talvez não queira mais. Gosto de filmes com mensagens ou com tanta ação que me faça querer levantar do sofá - e olha que é difícil eu fazer isso - e ir lá participar junto. Apenas entretenimento não é meu estilo. Gostei do post.

    Beijos,
    Felipe
    http://ahoradolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Pelo que você fala o filme é ridículo. Originado de jogo de tabuleiro? Seria batalha naval O.o
    Adoro filmes sem gravidade... O chapéu da Rihanna não cai, aposto que o cabelo de ninguém mexe rsrs'

    http://lerimaginarcriar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sim, é baseado no jogo de tabuleiro "Batalha Naval", que eu assistia no Programa do Bozo e sempre torcia pra cair "água", hahahah!!! O que a gente pode esperar dum filme baseado nisso??? O pior é que existem rumores fortíssimos de que Ridley Scott (do aguardado "Prometheus") estaria envolvido na adaptação de "Monopoly" ("Banco Imobiliário")... (sério). 0___0"

    (KJM)

    ResponderExcluir
  4. Arf! Sério que vão adapatar o Banco Imobiliário????!!! Carambaaaa...alguém segura esse povo, por favor!!! Pq acho que ficarei profundamente decepcionada???!! ¬¬ estão acabando com a minha infância!!! socoooroooo rsssss, MAc.

    ResponderExcluir
  5. Oi Felipe, tudo bem?! Que bom que você gostou do post...sou da mesma opinião que a sua e deixei isso claro no neste cinebook. Vlw pela visita e volte sempre!!!Abs, Mac Batista

    ResponderExcluir
  6. Oi Marina..td blz?!
    Olha pelo menos tem os efeitos especiais...principalmente, os que utilizaram na Rihanna rsssss...foram de última geração..Eu sempre aconselho (por mais que o filme não preste muito) que as pessoas assistam...vai que elas gostam, né?! Então, fica aí a dica...assista e depois me diga o que achou!!! bjins, Mac.

    ResponderExcluir
  7. Oi Marina!
    Vou assistir esse filme essa semana, eu pensei que seria o máximo por ser o mesmo diretor de transformes mas com sua resenha me deixou com o pé atrás, vou sem grandes expectativas assim não frusto tanto..rsrs

    Beijos
    Amanda
    leiturahto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Amanda, td blz?
    Não deixe de assistir o filme...é sempre bom tirarmos a prova, né?! Mas como disse, não crie muitas expectativas...rsss bjins e vlw pela visita!!! bjins, Mac.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Amanda... "Battleship" não é dirigido por Michael Bay mas sim por Peter Berg (ou seria "Blergh"?), do odioso "Hancock"... (KJM)

    ResponderExcluir
  10. Oi Kal!
    Não ouvi falar deste filme,mas pelo o que estou vendo nos comentários,não devesse criar muitas expectativas com relação a ele.
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Fabi!
    É exatamente isso...assista (acho isso importante), mas não espere ver alguma história que valha ser aplaudida de pé!!!rssss...bjins, Mac.

    ResponderExcluir
  12. É bom, mas não o melhor. Berg é um excelente realizador que em qualquer de seus filmes deixar o público críticos e satisfeitos em geral.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...