Resenha "O Turno da Noite" de André Vianco

Olá, queridos leitores!!! Hoje, trago mais uma resenha em relação aos livros de André Vianco. Aviso que sou apenas uma admiradora do gênero, o que é muito diferente de ser fã...fanática!(rssss).  Sendo assim, falarei a respeito do "Turno da Noite vol. 1, 2 e 3", seqüências de "Os Sete" e "Sétimo". Espero que gostem.

Sinopse: "O Turno da Noite" é a continuação de "Os Sete" e "Sétimo". No "Vol. 1 - Os Filhos de Sétimo", quatro crias do vampiro Sétimo são abordadas por Dom Ignácio, um vampiro ancião que oferece ajuda e treinamento aos novatos, que em troca devem trabalhar para Inácio. No "Vol. 2 - Revelações", são reveladas a origem e as reais intenções de Ignácio. O Exército Brasileiro intensifica o combate aos vampiros. Antigos personagens de André Vianco reaparecem. Apresenta-se Calíope, vampira sensual e musa negra, que encanta os homens com sua voz e sua história. Calíope balança o desejo de destruição dos vampiros liderados pelo Capitão Brites. No "Vol. 3 - O Livro de Jó" Ignácio tenta impedir que o vampiro Jó desperte. O Exército tenta eliminar os vampiros de uma vez por todas. Jó, porém, é bem guardado em um lugar extremo do Brasil, por seres inimagináveis e que tem sede de vingança dos humanos. Jó despertará e mudará os rumos da história.

Resenha: "Turno da Noite surgiu para agitar o submundo" e é exatamente esta linha que segue a trama desta série, que deixa os leitores - a cada página hiper detalhada- com mais e mais expectativas. Confesso que algumas destas expectativas não foram alcançadas e vou explicar o por quê. 

A história de "Os Filhos de Sétimo" é ambientada na grande cidade de São Paulo e, a priori, gira em torno dos quatro vampiros recém-criados filhos de Sétimo. Ou, pelo menos, é isso que o leitor imagina ao ler o subtítulo deste livro. Patricia, Alexandre, Bruno e Raul são os filhos de Sétimo que conseguem sobreviver a grande guerra entre vampiros e o Exército Nacional que encerrou o livro "Sétimo". Os quatro são atraídos pelo vampiro ancião - Ignácio - que lhes oferece proteção e ensinamento, em troca de suas habilidades recém-adquiridas, para combater o crime organizado. 

O aproveitamento e sucesso da missão seria de 100%, já que teriam uma vasta cadeia alimentar, eliminando bandidos, políticos corruptos,  traficantes etc.   Meliantes que não fariam a menor falta para sociedade. Isso seria um desencargo de consciência para os quatro! Sendo assim, a proposta cai como uma luva para os recém criados, já que eles não se agradam muito da idéia de se alimentar de pessoas inocentes. No entanto, o que era para ser uma missão fácil de ser executada, torna-se um jogo de vida ou morte. Para ser sincera, eles se metem em uma verdadeira "cama de gato". 

O primeiro volume tem a tendência de dar algumas explicações referentes às lacunas deixadas pelos livros anteriores (Os Sete e Sétimo). Percebi que - no decorrer da leitura - os personagens principais (Patricia, Alexandre, Bruno e Raul) se perdem, tornando-se fracos e somem por várias  páginas. Acredito que este "afastamento" ocorre para dar lugar às tramas paralelas, relevantes à história, destacando outros personagens como os caçadores de vampiros e lobisomens, Tobia e Dimitri, o vampiro original Samuel e o anjo Gregório. Mesmo assim, acho que o quarteto poderia ter tido mais destaque, fazendo, assim jus ao subtítulo do livro. Ah, sim...! A partir deste momento, os detalhes são tantos que o leitor tende a se perder, portanto, todo cuidado é pouco! 

O autor nos apresenta uma narrativa que mistura cenas explosivas que sacodem  a cidade de São Paulo e mergulham o leitor num viés de suspense, mistério e ação. Os embates entre vampiros, anjos e lobisomens ganham grande destaque. No entanto, a situação entre eles é tão truncada que não sabemos quem é mocinho ou bandido. A única certeza que o leitor tem é que não quer ficar no caminho deles!!! Eu, particularmente, não ficaria!!!

Em "Revelações", o Quarteto Fantástico continua seguindo as ordens do vampiro ancião.  Porém, eles percebem - graças a Samuel - que estão sendo enganados por Ignácio e que não passam de peças em um jogo de xadrez. Os quatro começam a ser direcionados por Samuel, um vampiro original que foi transformado por um demônio em "O Senhor da Chuva", que lhes explica as verdadeiras intenções de Ignácio. Este é auxiliado por Isabela - seu braço direito - que inferniza a vida dos protagonistas durante a série, além, de Calíope. 

E falando desta última, a maior parte da história, neste segundo volume, gira em torno de Calíope, uma ex-escrava que é transformada em vampira quando está a beira da morte. Ao ser capturada pelo Serviço de Contenção, do quartel de Quitauna, ela oferece ao "Exército da Salvação" a change de descobrir a origem dos fatos que estão bombardeando o Brasil há algum tempo. Páginas e mais páginas, ambientadas no século XIX, são ocupadas com os detalhes que Calíope narra para o Capitão Brites - personagem que também ganha destaque na série. Neste momento, a narrativa fica um pouco arrastada mas nada que atrapalhe o interesse do leitor e o desenrolar dos fatos.


Em contrapartida, Ignácio percebe a possibilidade do retorno de Jó (personagem central do terceiro e último volume da série). Temendo que este se torne uma pedra em seu sapato, Ignácio acelera seus planos, que inclui uma certa experiência com o sangue de Sétimo. Tudo isso para derrotar os guardiões de Jó. Enquanto isso, o Turno da Noite ganha cada vez mais experiência e notoriedade no mundo noturno, tornando-se mais poderoso. 


Algo relevante a ser dito aqui é que durante a narrativa alguns personagens centrais - das   histórias anteriores - são evocados. Como, por exemplo, Tiago, Eliana, Aléxia, Hélio, Tobia e Dimitri,  o que enriquece a trama. E o desfecho deste encontro não poderia ser outro, né?! (rssss). O autor consegue, mais uma vez, prender a atenção e aguçar a curiosidade dos leitores. As páginas finais são repletas de cenas de ação com direito a muitos tiroteiros, gente gritanto e morrendo. Isto faz com que o leitor vá rapidamente para o próximo volume...


Que é intitulado como "O livro de Jó". Posso resumir esse livro com apenas duas palavras: ação e adrenalina! Isso porque o autor apresenta um Turno da Noite em busca da bruxa - Dandara - que é muito poderosa e capaz de trazer Jó de volta a vida. A missão do Turno? Proteger esta bruxa! Assim Jó poderá despertar um dia, trazendo paz à natureza vampiresca neles contida. Mas, como nem tudo são flores, Raul deserta do grupo e se alia a Alexia e a Isabela. O motivo? Assassinar a tal bruxa, antes que ela descubra que é dotada de tais poderes! Isto mesmo...A bruxa não sabe que é uma bruxa...Arf! Que historinha complicada, mas é exatamente assim que acontece.


Mais complicada fica a vida dos seres sobrenaturais e humanos, neste volume. Digo isso porque ocorrem tantas batalhas entre anjos, vampiros, humanos, lobisomens e, pasmem, curupiras que o leitor se pergunta o quê mais pode surgir das páginas seguintes... Uma mula sem cabeça, fazendo churrasquinho dos "Vamp's"? Um saci pererê dando "Olé" em todo mundo? A mulher de branco atacando os cuecas de plantão? Ops! Esqueci da Cucaaaa!!! \0/... Monteiro Lobato que se cuide porque André Vianco está na área!!!(rsss). Brincadeiras à parte, melhor ainda é ver a  criatividade do autor descrevendo o desfecho apocalíptico de uma guerra entre seres que buscam a proteção de sua espécie e do meio em que vivem.


E o tal do Jó?! Ah...Esse com certeza é "O" personagem. Ele consegue prender a atenção do leitor do início ao fim, pois foi muito bem construído. É carismático, boa praça e - por várias vezes - o leitor se pergunta se ele é do mal mesmo! As cenas em que ele manipula os dons recebidos de cada demônio do Rio D'ouro são formidáveis. Ele realmente é  o cara! Com suas tiradas na medida certa, ele consegue cativar a todos. É emotivo e protetor com sua espécie, mas quando tem que ferrar alguém... Ele o faz sem a menor piedade! (deve ser por isso que me identifiquei tanto assim com ele, ha-ha!)


Enfim, este terceiro volume é recheado de muitos conflitos, batalhas e mistérios. Como termina?! Ah... Acham mesmo que vou contar?! (rsss). Mas, como sempre, o autor finaliza a narrativa deixando algumas lacunas referentes alguns personagens... Isso quer dizer que teremos outro livro contando o desfecho de Calíope e o Capitão Brites? E o rolo entre Rebeca e Tobia... Fica assim mesmo? Realmente não sei... Mas, se o autor assim desejar, essa será, com toda certeza, uma ooooutra história...


Leiam, também, a  "Viajando pelo espetáculo mais bizarro da terra"




Adaptação para série de Tv:   


Quando surgiu a ideia de transformar a série de livros O Turno da Noite em um seriado de TV,  André Vianco convocou seus fãs e leitores para formar as equipes de produção e o elenco. 

O plano original é de uma temporada com 12 ou 16 episódios. O piloto teria cerca de 32 cenas, somando 40 minutos de duração. Rumores afirmam que o piloto terá 1 hora, porém. As gravações foram feitas entre agosto e setembro de 2010.

Resta saber se a série será comprada por algum canal de TV, com a continuação desse projeto tão ambicioso e importante para a literatura e os seriados brasileiros. (Fonte: Box de Séries )





Teaser Turno da Noite parte 1:

Teaser Turno da Noite parte 2:

Teaser Turno da Noite parte 3:

E para finalizar esta longa resenha (rsss), gostaria de ressaltar algo que me incomodou, e muito, nesta adaptação: a interpretação dos atores. Não sei se foi pelo fato de serem desconhecidos do público ou estarem nervosos por carregar uma grande responsabilidade mas achei suas atuações sem graça demais!!! 


E as que fugiam deste rótulo ficaram caricatas!!! Isto para não falar das entonações de vozes...Completamente desestimulantes (desculpem-me mas preciso ser sincera!). Pareciam que estavam "passando o texto" e não "indo à ação"! Não estou dizendo, com isso, que gostaria de ver atores de ponta (seria ótimo se isso acontecesse) mas, sim, que eles atuassem! Que a parada brotasse da alma e com naturalidade!!!


Me senti estranha assistindo os teasers! Parecia que não estava "vendo" a mesma história... Logo de cara, pensei: "Putz, estes não são os personagens que tanto vibrei ao ler cada linha!!!".


Tem algo errado, aí! E isso precisa ser contornado o mais rápido possível para que esta série alcance o mesmo sucesso que os livros!!! Isto significa mais aulas (extras) no Tablado! Afinal, uma série adpatada para a tv não é teatro de escola...


A minha esperança é que entre as gravações dos teasers e a estréia da série (comprada por alguma emissora) muitas coisas sejam "adaptadas". Fica a dica...


Bjins e inté, Mac Batista.

===============>


André Vianco é um escritor brasileiro, nascido em São Paulo, estado de São Paulo, e criado em Osasco. Suas obras sobrenaturais misturam terror, suspense, fantasia e romance em histórias que geralmente envolvem o tema Vampiros. 
(Fonte: Wikipedia.org) 


===============>

3 comentários :

  1. Li a resenha e vi os teasers... Fiquei decepcionado com a falta de qualidade narrativa e interpretativa dos envolvidos... Acredito que se tudo foi feito por fãs - ainda que profissionais da área - deveria ter ficado muito melhor. Mas imagino o que teria acontecido se um diretor experiente - e exigente - poderia ter alcançado ao guiar a produção. Tudo, em cinema e tv, refere-se à sugestão... O que podemos sugerir em tal cena, com tal ângulo e dito de tal maneira? Aguardo novidades em relação ao seriado e que todos os erros sejam corrigidos a tempo... (KJM)

    ResponderExcluir
  2. Pois é Kal...eu já expressei a minha opinião na resenha e o que disse é realmente o que sinto! espero mesmo que muitas coisas sejam mudadas. A minha maior preocupação é que esta adaptação se torne uma publicidade negativa para os livros...
    bjins, Mac.

    ResponderExcluir
  3. O livro de jo me decepcionou um pouco....André vianco cria personagens demais e trabalha de menos os que ja tem....o Tiago é unico e de longe o melhor vampiro...o turno da noite deveria ser a continuacao da historia dele....pra que criar outro vampiro super poderoso? Parece ate hq da marvel que sempre tem um ultra mega super mutante pra superar os demais...tiago forever meu favorito e o lob-vamp fofíssimo do leonardo....o moleque é 10.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...