Resenha "João Maior do que um Cavalo, Maria Menor do que um Burro", de Pedro Calloni, Ilse Rodrigues Garro e Antonio Calloni

João Maior do que um Cavalo, Maria Menor do que um Burro
Pedro Calloni, Ilse Rodrigues Garro, Antonio Calloni (texto) & Rosana Urbes (ilustrações) | Coleção Rocco Pequenos Leitores | Infanto Juvenil


Capa por Rosana Urbes
Sinopse: João Maior Do Que Um Cavalo vai se casar com Maria Menor Do Que Um Burro e, por isso, sai em busca de um presente para ela que seja maior do que a alegria, menor do que a tristeza e do mesmo tamanho do seu grande amor. Será que João vai achar o presente perfeito?

Trecho: "(...) Antes que pudesse responder, João Maior Do Que Um Cavalo percebeu que se apaixonara com um amor do tamanho da melhor sinfonia. Maria Menor Do Que Um Burro também se apaixonara. E com uma paixão de mulher, do tamanho que o amor quiser. (...)"


Resenha: Há quem diga que escrever histórias infantis seja muito complicado porque exige dialética para conseguir lidar adequadamente com temas que possam interessá-las e, além de entretê-las, também venham a compreender a tal da mensagem embutida no texto. Bem, polêmicas à parte, devo confessar que este livro é muito divertido, fácil de ler, com um tema universal e que, sim, as crianças vão alcançar o significado de tudo sem muito esforço mas não no exato momento da leitura mas com o tempo. Aliás, como tudo na vida.

Ilustração por Rosana Urbes
Acompanhar a jornada de João, um rapaz enorme (mesmo), atrás do "presente perfeito" para entregar à sua noiva Maria, uma moça pequenina que cabe em sua mão (mesmo), é tão delicioso quanto assistir um bom desenho animado embrulhado num cobertor bebendo chocolate quente num sábado chuvoso qualquer. É experimentar voltar a ser criança, numa vida mais simples, onde tudo é válido e não há compromissos maiores do que fazer a lição de casa ou arrumar o próprio quarto.

E também é muito interessante verificar que, durante a leitura, constata-se que um tema tão delicado - embora universal - quanto a eterna busca dos homens em descobrir como agradar as mulheres ou pelo menos, tentar isso antes de iniciar uma relação mais séria é tratado com tamanha competência e de forma divertidíssima pelos autores. Afinal, é fato que os homens acham, desde sempre, que tem a missão de proteger suas amadas, tidas como indefesas e frágeis. E, também por isso, seja tão difícil para muitos deles tentar agradá-las ou descobrir seus anseios e desejos, uma vez que é preciso estar lado a lado da parceira e não acima dela, como um pai faria...

Ilustração por Rosana Urbes

Ao fim do leitura, na ficha dos autores - que também são parte da mesma família -, vemos que o enredo do livro surgiu duma conversa em tom de brincadeira durante uma viagem de carro quando começaram a criar nomes e brincar com as ideias. E o texto ressalta o tom bufante da boa brincadeira sonora, do bom respirar de uma saudade, do afago do abraço ao reencontrar um grande amigo e, claro, da boa certeza de ter conseguido agradar a quem se gosta - mesmo que não tenha sido com o que se pensou inicialmente.

Ilustração por Rosana Urbes
Mas este livro não seria o mesmo se não fossem as belíssimas ilustrações aquareladas de Rosana Urbes, que conheci no Facebook e onde fiquei sabendo desse livro. Da capa até a última figura na derradeira página, tudo é retratado com um traço surreal, onírico e magistralmente colorido com tons de alegria e delicadeza. Um deleite visual como poucas vezes vi num livro infantil. Aliás, infantil sim mas para toda família, que fique bem claro. Feito para crianças espertas e adultos que não esqueceram como é ser feliz mesmo que a vida não seja um mar de rosas.

P.S: Este livro tem uma característica interessante. Todos que relatam sua compra dizem que só encontraram um livro nas livrarias. E que era o último. Portanto, se ficaram interessados, corram e garantam seu exemplar, hehehe...

Kal J. Moon, da família "Maior que a Estupidez Humana", ainda espera encontrar, ao longo de sua monótona vida, "um amor do tamanho da melhor sinfonia" mas serve também "uma paixão de mulher, do tamanho que o amor quiser"...

Pedro Calloni, Ilse e Antonio Calloni
Pedro Garro Calloni nasceu em 1994, é músico e, por duas vezes, seus textos foram publicados no livro Versos & Versões, editado pela escola.
Ilse Rodrigues Garro é jornalista e trabalha como assessora de imprensa. Em 1997, publicou o livro infantil O Pregador e a Camiseta e, em 2008, Olhos Portugueses e Catadores de Folhas, uma edição dupla só com poesias.
Antonio Calloni é ator e escritor. Entre romances, poemas, contos e escritos estão Os Infantes de Dezembro, O Sorriso de Serapião e Amanhã Eu Vou Dançar.

Rosana Urbes
Rosana Urbes é ilustradora, animadora e storyboard artist. Trabalhou por seis anos com animação na Walt Disney Feature Animation em filmes como Mulan, Tarzan e Lilo & Stitch.  Publicou, em 2010, Minha Vida É Assim. Em 2011, ilustrou João Maior do que um Cavalo, Maria Menor do que um Burro. 




Trilha Sonora: "Borboleta" (Marisa Monte)


5 comentários :

  1. Muito interessante. Gostei das ilustrações!

    ResponderExcluir
  2. Quando vi as ilustrações, me apaixonei... São excelentes... E quando vemos o portifólio de Rosana Urbes, percebemos o quão boa ela é no que faz...

    ResponderExcluir
  3. Kal adorei a resenha e as ilustrações estão lindas demais!!!rssss bjinss, Mac.

    ResponderExcluir
  4. Oi kAL!
    Nossa sempre que visito o blog me surpreendo com os livros escolhidos.Nunca tinha ouvido falar nesse livro,achei bem diferente e o pouco que mostrasses das ilustrações deu para perceber que são de mais mesmo.
    Parabéns!
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Obrigado, Fabi... Eu também me surpreendi muito com este livro. As ilustrações de Rosana Urbes são muito interessantes... A gente literalmente viaja pra outro mundo guiado por suas paletas pastéis cheias de imaginação e doçura visual... E a história é ótima. Daria um maravilhoso desenho animado... Quem sabe um dia...?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...