Resenha [Maratona Nicholas Sparks] "Diário de uma Paixão" de Nicholas Sparks

Olá, queridos leitores!!!
Trago para vocês a segunda resenha da "Maratona Nicholas Sparks" e espero que gostem e não deixem de comentar, hein!!! rsss

Diário de uma paixão
Nicholas Sparks| Ano: 2010| Editora Novo Conceito| ROMANCE 


Sinopse: Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou. Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas.

Resenha  (1ª impressão) 

Este livro narra a história de dois jovens (Noah e Allie) que se conhecem em uma tarde de verão. Pode-se dizer que é o verão mais intenso de suas vidas, pois é quando eles se apaixaonam. No entanto, o fato de Noah ser um pobretão torna-se empecilho para que o romance siga em frente. E, graças ao "empurrãozinho" da mãe de Allie, os dois são separados, temporariamente, por 15 anos.  Durante estes anos, Noah vai para a guerra. Allie segue com a sua vida, conhece um outro rapaz e deste fica noiva. Noah retorna da guerra, compra a casa que serviu como palco de sua grande paixão e resolve reformá-la para depois vendê-la (mas isto nunca acontece).
Eu poderia ficar horas aqui divagando sobre o livro, mas não farei isto (rsss) e vou explicar porquê. Suponhamos que uma grande história de amor sempre movimenta uma trama bem amarrada e embasada, com personagens cativantes e inesquecíveis que nos fazem repensarquestionar alguns conceitos em relação à vida e às pessoas que nos cercam. Certo? Ceeerto. E Diário de uma paixão, apesar de não ter um enredo forte, como os outros livros de Sparks, consegue envolver o leitor com a boa e velha história de amor. O livro não consegue ter uma boa consistência narrativa e passa por altos e baixos. Eu que não sou dadas a romantismo, confesso que tive os meus momentos de "jogar o livro pela janela". Mas sou tinhosa e teimosa (kkkk), o  quê me fez ler até a última página. 

Não nego que a história em si nos faz torçer pela felicidade dos personagens centrais, principalmente, pela felicidade de Noah (com quem a gente mais se identifica). Bem que eu adoria que ele tivesse se apaixonado por outra garota menos fútil, indecisa e volúvel. Nada justifica a insconstância de Allie em relação aos seus sentimentos. Mas fazer o quê, né?!... Sempre digo que o amor é cego, mudo, surdo e não tem a menor noção de espaço e bom gosto!!! (rsss).  

E Sparks queria que a história fosse assim! Afinal, os homens adoram ter o quê não lhes pertecem ou quê lhes é proibido... As mulheres adoram o quê significa perigo...Oh povinho complicado!!!... E complicação e dificuldade parecem ser a "pitada" na fórmula mágica que Nicholas Sparks utiliza em seus romances. Sem estas característacas, acredito que seria mais um romance no mundo.

Mediante a isso, os leitores podem perceber as características máximas encontras neste enredo: amor, persistência, paciência, dedicação e amor (exatamente nesta ordem). Nicholas é mestre em fazer com que as pessoas se sensibilizem por uma história assim, mesmo que seja o clichê MAIS antigo do universo!

Digo isso porque o livro inteirinho é amor puro! Se torcê-lo, aposto que saem coraçõezinhos voando por aí, arf!!! Fato é que a história não conta nada de novo. Não existe nada assim de  tão surpreendente! A não ser deixarmos ser guiados (sem pensarmos muitos) no mar de questionamentos de Allie e Noah. Se faríamos tudo o que eles (quando digo "eles" na realidade quero dizer "ele", Noah) por amor. Talvez por eu nunca ter vivido algo assim, a minha resposta - HOJE - seria não. Não trocaria o certo pelo duvidoso. Desculpa, estou sendo sincera. Gosto de segurança. É difícil de acreditar que as pessoas SÓ sobrevivam de amor, ainda mais nos dias de hoje que temos muitas contas a pagar,né?!

2ª impressão [Uma semana depois da Páscoa (kkkk)]:
Primeiramente, desculpas, queridos leitores. As minhas constantes dialéticas acabam comigo. E deixam a todos confusos e perdidos, eu confesso...até eu mesmo fico... às vezes! Seja pela TPM, pelo estresse do dia-a-dia ou simplesmente pela alteração cósmica que rege o meu signo de touro (rssss). Então, desculpas à parte, vamos ao que realmente interessa?!

Voltando a resenha: Pensando bem, o livro não é de todo ruim (rsss). Apesar de me questionar onde o autor queria chegar com esta história, percebia que a cada página ficava mais e mais envolvida com os personagens centrais, principalmente com Noah. Ele deu todo o charme para que sigamos com a leitura. Nos comoveu com sua narrativa o tempo todo. As característidas que ressaltei no texto acima permaneceram. No entanto, estavam mais ressaltadas do que antes, nesta segunda percepção.

Entre idas e vindas, as constantes dúvidas de Allie colocava a prova suas decisões. Allie tinha medo de se arriscar. Como disse, "trocar o certo, que ela está acostumada, pelo duvidoso" era para Allie perigoso, o quê deixava Noah profundamente magoado. Com isso, nos questionamos se o quê realmente eles sentem é forte e verdadeiro o bastante para suportar todas as adversidades que possam surgir pela frente. Allie se faz esta pergunta constantemente.A história nos ganha no final, quando nos apresenta a resposta que tanto queremos saber. E nos deixa uma grande lição: "Se o amor é verdadeiro e forte...Ele sobrevive a tudo e a todos". 

Além disso, importante e interessante mesmo é ver a comovente dedicação ao amor que  Noah sente por Allie. Noah me ganhou do início ao fim.  Homens assim, nos dias de hoje, estão em falta no mercado! Noah sempre esteve consciente do quê queria. E Allie continuou sendo uma chata! A típica garota rica, mimada e indecisa até o fim! (rssss). Infelizmente, mulheres iguais a ela  tem por aí a perder de vista! A impressão em relação a Allie só melhorou quando assumiu o quê realmente sentia por Noah, publicamente. Cá entre nós, a melhor decisão de sua vida.

Enfim, Diário de uma Paixão provou ser uma história comovente, envolvente, e de um profundidade invejável. Não tenham medo de lê-lo. O livro, apesar de fictício e um pouco arrastado, está carregado de uma realidade e lição de vida que nos fazem refletir (mesmo que seja na velocidade da luz!!!rsss) sobre o tema central.

Conselho: leiam o livro, tirem suas conclusões e depois (tipo DUAS semanas depois rssss) vejam o filme!!! Digo isso porque foi através do filme que consegui entender e ter uma maior sensibilidade em relação à história. Aliás, gostei mais do filme do que do livro.


Adaptação para o cinema
O filme adapato para o cinema em 2004 e tem cenas belíssimas. O Noah velho, interpretado por James Garner, tem uma simpatia incrível, sem falar da beleza de Ryan Gosling (Noah jovem). 

Allie que é intrepretada pelas atrizes Gena Rowlands e Rachel McAdams continua não me agradando. Achei a abordagem do filme mais emocionante do que no livro.
Trailer do filme:
 


Obrigada pela paciência e persistência ao lerem, até o fim, esta longa resenha (rsss)

Bjins e inté, Mac.

6 comentários :

  1. Oi Mac!
    Eu ainda não li este livro mas o dei de presente para minha mãe,pois adorei a sinopse do livro.Depois dessa resenha vou pedi-lo emprestado.
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabi...rssss pode pedir sim que vc vai gostar...bjinss, Mac.

    ResponderExcluir
  3. Mac, eu não li o livro nem vi o filme... mas tenho uma caída por histórias de amor, então acho que Nicholas Sparks vai sempre me conquistar... E quero muito esse livro, porque tenho O Casamento e dizem que é a continuação de Diário de Uma Paixão, então ele vai ficar quietinho aqui esperando pra ser lido. rs... Adorei isso de você escrever a resenha e depois vir falar da segunda impressão, depois de ver o filme também. Bem legal sua ideia, nunca vi ninguém fazendo isso.

    Beijo!

    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju! Obrigada por suas palavras!!! Realmente eu fiz essa resenha em duas fases kkkkk Então, se você ficou interessada neste livro, participe da nossa promoção!!! E cruze os dedos para ser a premidada :D Boa sorte, viu?! Bjins e inté (Mac Batista)

      Excluir
  4. Ótimo. A história é maravilhosa, o filme foi sensacional, porque o casal que levou Ryan e Rachel foi ótimo. Eu quero um amor como o deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom?! Fico feliz em saber que você gostou da resenha. E, sim, todos nós sonhamos com um amor assim. Sorte de quem o encontra! rs...
      Volte sempre que quiser! Bjs e inté, Mac.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...